Dicas Naturais, Remédios Caseiros

Receita Natural

Receita Natural

Plantas e Ervas ajudando em sua Saúde

Pesquisar

Xarope Caseiro de Manjerona Para Má Digestão

A má digestão, ou dispepsia, é um distúrbio gástrico que pode ser causado por vários fatores, como comer rapidamente, ingerir muito líquido durante as refeições ou abusar de alimentos gordurosos. O principal sintoma é a sensação de peso no estômago, que pode ser acompanhada de dores abdominais, enjoo, vômito, gases e sonolência após as refeições.

Se a má digestão acontece com frequência ou perdurar por vários dias é importante procurar um médico, pois os sintomas podem ser indício de outras doenças. Quando o problema ocorre esporadicamente, o xarope de manjerona pode acabar com a sensação de desconforto. Veja como preparar a receita caseira abaixo e ainda entenda todos os benefícios, e também o que pode-se fazer para evitar a má digestão.

Receita

Ingredientes:

  • 1 colher (sopa) de manjerona fresca
  • ½ xícara (chá) de mel

Modo de Preparo: Use um pilão para macerar as folhas de manjerona, até elas soltarem um sumo esverdeado. Depois, junte o mel, misture e deixe descansar por pelo menos 6 horas. Passado esse tempo, coe o xarope e guarde em um lugar seco e à sombra.

Quando surgirem os sintomas da má digestão, tome 1 colher (sopa) do xarope. Como forma de prevenção, é preciso tomar 1 colher (sopa) depois do almoço e outra depois do jantar.

Entenda quais são os usos da manjerona

A manjerona é uma planta que pode ser utilizada para tratar problemas de digestão.

Benefícios e outros tratamentos

A Origanum majorana, também chamada apenas de manjerona, é uma planta cultivada devido às suas propriedades medicinais e também aromáticas. A manjerona pode ser utilizada em forma de chá, pomadas, infusões, xaropes e óleos, e hoje em dia pode ser encontrada em farmácias de manipulação e lojas de produtos naturais.

A manjerona é uma erva anti-espasmódica, expectorante, mucolítica, cicatrizante, antimicrobiana, anti-inflamatória e antioxidante. Porém, seu principal uso se refere à sua propriedade digestiva, pois a erva é muito útil e eficaz no tratamento de diarreias, má-digestão, gases e úlceras gástricas.

Esta erva otimiza o funcionamento do intestino, e por isso é tão eficaz quando se trata de problemas digestivos. Além disso, a manjerona também trata as infecções que podem aparecer no estômago ou intestino, o que definitivamente interfere no bom funcionamento destes órgãos. Outro motivo que pode ocasionar problemas no trato digestivo é o estresse, algo que o uso desta erva diminui consideravelmente.

Para preparar um chá de manjerona utiliza-se suas folhas, flores e caule. Entretanto, caso queira usar o chá, a parte mais eficaz são as folhas, para este propósito. Use 20 gramas das folhas de manjerona, colocando-as em 1 litro de água fervente. Deixe a infusão descansar, e depois a coe. Tome o chá cerca de 3 vezes por dia.

Quanto às conta-indicações, a manjerona, se consumida em excesso, pode ocasionar prisão de ventre e dor de cabeça. Ademais, seu uso não é recomendado para mulheres grávidas nem meninas até os 12 anos, pois a manjerona pode causar alterações hormonais que interferem na gravidez ou na puberdade.

Muitas outras ervas também podem ser usadas para tratar a má-digestão, como o boldo, erva-doce, hortelã-pimenta, tomilho, macela, espinheira-santa, etc. Até mesmo pode ser feita uma mistura destas ervas, a fim de obter um resultado mais eficiente.

Ademais, uma mudança nos hábitos alimentares é fundamental para combater a má digestão. Evite beber suco, água ou refrigerante durante as refeições, mas sempre se mantenha hidratado, tomando bastante água durante dia. Não abuse de alimentos gordurosos e frituras, e coma sempre em pequenas porções, de três em três horas.

Mantenha a sua dieta equilibrada, comendo frutas, legumes e hortaliças. Uma boa dica é diminuir a quantidade de glúten, carboidratos e lactose na sua dieta, caso sinta que esta mudança melhora a sua digestão. Muitas pessoas têm problemas no intestino e estômago devido à intolerâncias alimentícias, que devem ser investigadas mais a finco por profissionais da área da saúde, como os nutricionistas.

É recomendado que se procure um gastroenterologista quando sentir dores no trato intestinal, quando a má-digestão perdurar por mais de três dias e também em casos em que os indivíduos apresentam febre e ânsia de vômito.

Receitas e Naturais em seu email