Dicas Naturais, Remédios Caseiros

Receita Natural

Receita Natural

Plantas e Ervas ajudando em sua Saúde

Pesquisar

Quais Remédios e Tratamentos Naturais Usar Para Epilepsia?

A epilepsia é uma síndrome neurológica que pode acometer pessoas de todas as idades, independente do sexo ou da classe social. Ela se caracteriza por crises periódicas de convulsão e movimentos involuntários dos músculos que duram alguns segundos. Durante estas crises, o cérebro emite sinais errôneos. Com o tratamento adequado, as crises costumam ser controladas.

As crises de epilepsia podem ser parciais ou de ausência. Nas primeiras, os indivíduos não perdem a consciência, apenas experimentam sensações de distorção de sentidos. Já nas segundas, há a perda de consciência. A epilepsia pode ser tratada com medicamentos, que mantêm as crises controladas. Porém, também pode-se utilizar, em conjunto com o tratamento recomendado pelos médicos, remédios naturais.

Veja como tratar a epilepsia e quais produtos naturais podem ajudar a atenuar o problema.

Tratamentos naturais para epilepsia

Primeiro, é preciso mencionar que nenhum tratamento natural para a epilepsia substitui o medicamento indicado por um especialista. Hoje em dia, a medicina lida com boas substâncias para tratar as crises, possibilitando que o portador da epilepsia tenha uma vida normal. Porém, para que os remédios façam o efeito desejado, é preciso que o paciente siga as recomendações e não abandone o tratamento.

Apesar do que dizem alguns boatos, o medicamento para epilepsia não é necessariamente indicado para o resto da vida. Tudo vai depender de como cada organismo reage ao tratamento. Antes de fazer uso de qualquer tipo de tratamento alternativo, converse com o seu médico pois somente ele poderá recomendar as melhores opções de suplemento ou dieta especial para o seu caso.

Conheça tratamentos naturais para a epilepsia.

A dieta cetogênica é indicada para pessoas que apresentam crises de epilepsia, pois ela leva à um estágio de cetose.

Ômega 3

A epilepsia é uma disfunção nas células do cérebro. Por isso, alimentos que estimulem o funcionamento cerebral de forma correta podem ser uma boa opção para quem sofre com as crises convulsivas. O ômega 3 é uma substância importante para os funções do cérebro, e por isto pode ser consumida com frequência para prevenir e diminuir as crises epilépticas.

Ele pode ser encontrado em peixes água fria, como salmão, arenque, atum e sardinha. Outros alimentos que contêm o ácido graxo são as nozes, alguns tipos de óleo vegetal, folhas verdes e morangos.

Vitamina E

A vitamina E é outra substância fundamental para quem sofre com a epilepsia. Um estudo conduzido pela Universidade de Toronto comprovou que o consumo da vitamina E pode reduzir as crises convulsivas em crianças. Além disso, existem pesquisas que mostram que a carência dessa vitamina aumenta as chances de crise.

A vitamina E é encontrada em alimentos como avelãs, castanhas, amendoins, semente de girassol, óleo de gérmen de trigo e pistache.

Chá de Valeriana

De acordo com a medicina popular, o chá de valeriana acalma o sistema nervoso e, por isso, pode ajudar no controle das crises. Para fazer o chá é preciso 1 colher de sopa de valeriana para cada copo de água filtrada. A água deve ser fervida e depois misturada à erva.

Depois disso, é necessário que o chá fique descansando abafado até amornar. A posologia é de 1 xícara por dia durante 1 semana. Após esse tempo, fique sem tomar o chá por 2 semanas e depois volte a consumi-lo por mais 1 semana.

Dieta Cetogênica

A dieta cetogênica é outro tratamento natural que pode ser utilizado para prevenir e diminuir as crises de epilepsia. Ela é baseada em consumir alimentos com alto teor de gordura e com baixo teor de proteínas e de carboidratos. Segundo médicos e nutricionistas, a dieta cetogênica é eficaz pois leva o indivíduo ao estado de cetose, em que o fígado converte as gorduras em ácidos graxos e corpos cetônicos, que são utilizados para produzir energia.

Caso opte por utilizar a dieta cetogênica, ela deve ser elaborada para você por um profissional adequado. Porém, no geral, os alimentos permitidos na dieta cetogênica são o peito de frango, carnes vermelhas, peixes, ovos, carne de porco, presunto, peito de peru, requeijão, oleaginosas, azeite de oliva, manteiga, dentre outros.

Recomenda-se que os indivíduos nesta dieta evitem os carboidratos de fácil absorção, como os pães brancos, chamados popularmente de “pães de sal”, arroz branco, açúcar, massas, etc.

 

Receitas e Naturais em seu email