Dicas Naturais, Remédios Caseiros

Receita Natural

Receita Natural

Plantas e Ervas ajudando em sua Saúde

Pesquisar

Salva – Propriedades Medicinais

A Salva – conhecida pelo nome científico de Salvia Lamiaceae ou Salvia Officinalis  – é uma planta da família das Lamiaceae, sendo usada desde a antiguidade como condimento, ornamento e para fins medicinais.

Sendo uma planta relativamente comum em território nacional e português, a Salva também é conhecida como:

  • Sálvia
  • Salva Comum
  • Salva das Boticas
  • Salva Rubra
  • Sálvia Comum
  • Chá da Grécia
  • Sálvia Verdadeira
  • Salva dos jardins
  • Salva ordinária
  • Salveta
  • Erva Santa
  • Salva menor

Nesse artigo você conhecerá mais sobre a Salva, seus benefícios para a saúde, propriedades medicinais e possíveis efeitos colaterais. Boa leitura!

Salva

Salva

Salva

Natural da região do Mar Mediterrâneo, a Salva foi espalhada pelo mundo nos tempos das grandes navegações. Devido a seu cultivo de fácil/média dificuldade, ela hoje está inserida em diversas culturas ao redor do globo.

No misticismo, a Salva é conhecida por expandir as capacidades mentais, trazendo rumo às vidas dos indivíduos que se encontram indecisos sobre suas escolhas e abrir a mente daqueles que têm dificuldade em absorver conhecimento.

Chegando a alturas de 30 a 90 centímetros de altura, a Salva possui um aroma forte e único. Seu aroma emana das folhas e é sentido à primeira aproximação. Sendo uma planta de diversas variações, a Salva pode ser encontrada em tons rosados, arroxeados ou mesmo azulados.

Salva – Propriedades Medicinais

A Salva possui um baixo índice calórico, podendo ser acrescentada em dietas de emagrecimento saudável. O chá de sálvia possui como fama ser um remédio para todos os males do corpo e da alma.

Para além das crenças populares, a Salva ainda possui como propriedades medicinais comprovadas:

  • Antiespasmódica
  • Estimulante
  • Tônica
  • Antioxidante
  • Ansiolítica
  • Calmante
  • Carminativa
  • Emenagoga
  • Hemostática
  • Antisséptica
  • Anestésica
  • Cicatrizante

Importante lembrar, entretanto, que nem todos os elementos da Salva podem ser consumidos: Apenas suas folhas e flores são indicadas para o consumo humano de forma segura.

Salva – Principais indicações e Benefícios

Devido às suas propriedades medicinais, a Salva é recomendada para casos de:

  • Dismenorréia
  • Depressão
  • Cansaço
  • Azia
  • Bronquite
  • Flatulência
  • Diabetes
  • Problemas digestivos e biliares
  • Estomatite
  • Reumatismo
  • Vômitos
  • Tosse
  • Menopausa
  • Gengivite
  • Ferimentos
  • Inflamações
  • Infecções nas mucosas
  • Asma
  • Mal de Alzheimer
  • Hiperlipidemias
  • Febre

Salva – Como consumir corretamente?

Salva - Como consumir corretamente?

Salva – Como consumir corretamente?

A Salva possui sabor forte e desperta sentimentos de ódio ou adoração aos que experimentam.

Veja os principais pratos onde a Salva pode ser incluída:

  • Carne bovina
  • Leitão
  • Cordeiro
  • Cozidos
  • Assados
  • Queijos
  • Saladas
  • Batatas
  • Sopas
  • Vinagres
  • Azeites

Salva – Contraindicações e Efeitos colaterais

O consumo de Salva não é indicado para algumas parcelas específicas da população, tais como:

  • Mulheres grávidas
  • Lactantes
  • Crianças
  • Indivíduos com Diabetes ou Epilepsia

Apesar de ser uma alternativa natural, o consumo da Salva é caracterizado como um tratamento, assim como qualquer outro. Por esse motivo, o consumo em excesso da planta pode acarretar em alguns efeitos colaterais, entre eles:

  • Irritação estomacal
  • Vômitos
  • Enjôos

Por isso, como em todo caso de tratamento com plantas medicinais, é de fundamental importância consultar um médico para que o diagnóstico e tratamento adequados sejam postos em prática.

O que achou deste conteúdo? Nos conte a sua opinião através dos comentários e divulgue com seus amigos e familiares todos os benefícios, possibilidades e perigos da Salva!

Mais Receitas e Dicas Naturais

Receitas e Naturais em seu email