Dicas Naturais, Remédios Caseiros

Receita Natural

Receita Natural

Plantas e Ervas ajudando em sua Saúde

Pesquisar

Pitangueira – Propriedades Medicinais

A pitangueira (nome científico Eugenia uniflora) é uma árvore nativa da Mata Atlântica brasileira, onde é encontrada na floresta estacional semidecidual do planalto e nas restingas, desde Minas Gerais até o Rio Grande do Sul em regiões de clima subtropical. É uma árvore medianamente rústica, de porte pequeno a médio, com 2m a 4m de altura, mas alcançando, em ótimas condições de clima e de solo, quando adulta, alturas acima de 6m e até, no máximo, 12m. A copa globosa é dotada de folhagem perene. As folhas pequenas e verde-escuras, quando amassadas, exalam um forte aroma característico. As flores são brancas e pequenas.

A planta é cultivada tradicionalmente em quintais domésticos. O seu plantio é feito simplesmente pela colocação de um caroço de pitanga no solo ou pelo transplante de uma muda até o local adequado. Dá-se bem em quase todo tipo de solo, incluindo os terrenos arenosos junto às praias. É também usada como árvore ornamental em áreas urbanas de cidades brasileiras, na recuperação de áreas degradadas de sistemas agroflorestais multiestrato e em reflorestamentos heterogêneos. As pitangueiras com frutos são um ótimo atrativo para pássaros e animais silvestres em geral.

A tradição popular atribui algumas qualidades terapêuticas às infusões feitas com as folhas verdes da pitangueira (“chá” de pitanga ou “chá” de pitangueira). (Fonte: Wikipedia)

Nomes Populares:

 

  • Cerejeira brasileira,
  • Ginja,
  • Pitanga,
  • Pitanga branca,
  • Pitanga do mato,
  • Pitanga rósea,
  • Pitanga roxa,
  • Pitanga vermelha,
  • Pitangueira,
  • Pitangueira miúda,
  • Pitangueira vermelha,

Propriedades:

  • É adstringente,
    • analgésica,
    • depurativa,
    • digestiva,
    • estimulante,
    • vermífuga,
  • Auxilia em afecções do fígado,
    • bronquite,
    • cólica menstrual,
    • diabete,
    • gota,
    • hipertensão,
    • infecções da garganta,
  • Combate a diarréia,
    • a diarréia infantil,
    • disenteria.

A pitangueira traz saúde para pele e cabelos

Outros benefícios

Uma mesma pitangueira pode produzir frutos vermelho intenso, laranja, amarelo, a cor vai depender do grau de maturação da fruta. As folhas da pitangueira tem um composto chamado pitanguina, que serve para vários tratamentos. O chá é usado para tratar diabetes, febre, doenças de estômago, pressão alta, obesidade, reumatismo, problemas cardíacos e bronquite.

Também é calmante e diurético. O chá também é rico em licopeno que combate o envelhecimento precoce e também o câncer. O chá das folhas de pitangueira também servem para combater e tratar infecções no aparelho urinário.

O óleo de pitanga natural é rico em vitamina A, vitamina B, vitamina C, fósforo e ferro. Tem ação antitumoral, analgésica, antifúngica, antivirais. É remineralizante, hidratante por seu alto teor de proteínas, glicídios, vitamina e minerais. A vitamina A e vitamina C presentes no óleo, aumentam o libido tanto em homens quanto em mulheres.

A vitamina A melhora os níveis de testosterona e estrogênio e melhora o volume de sêmen nos homens. Para a pele, o óleo controla a oleosidade da pele por conter o ácido retinóico que repara o entupimento dos poros que são causados pela hiperqueratinização e repara também a textura da pele.

O ácido ascórbico do óleo tem antioxidantes que previne o envelhecimento precoce, revitalizando e estimulando a produção de colágeno previne e reduz as rugas, marcas e linhas de expressão e cicatrizes em geral. Estes ácido esofliam a pele e eliminam manchas do sol e de acne.

Para o cabelo, o óleo de pitanga também controla a oleosidade do cabelo. Tem muio tanino, um polifenol que alisa os cabelos de forma natural. E o ácido retinóico melhora a textura do cabelo; as vitaminas E e E, fortalecem o cabelo, melhorando a circulação sanguínea do couro cabeludo, o que vai diminuir a que de cabelo.

O óleo de pitanga combate com eficácia, segundo estudos a Staphylocollu aureu e a Listeria monocytogenes e age contra dois fungos: o C. lipolytica e o C. quilliermondii

Contra indicações

Pessoas com problemas cardíacos devem evitar o consumo do uso da pitangueira como as folhas e o óleo, as fruta devem ser consumidas com moderação. A pitangueira pode causar queda da pressão arterial.

Receitas e Naturais em seu email