Dicas Naturais, Remédios Caseiros

Receita Natural

Receita Natural

Plantas e Ervas ajudando em sua Saúde

Pesquisar

Bardana – Propriedades Medicinais

A bardana (Arctium lappa) é uma planta originária do continente europeu que se adaptou muito bem à temperatura tropical do Brasil e da América Latina de modo geral.

Essa planta se prolifera facilmente em terrenos baldios e abandonados, e mesmo em locais próximos de zonas habitadas.

Um dos grandes diferenciais da bardana é que a mesma pode ser utilizada de forma integral: suas raízes, suas folhas, seu caule, toda a planta possui propriedades interessantes para a gastronomia e/ou para a medicina alternativa. A bardana é considerada por muito adeptos como um excelente depurativo para o sistema hepático, de modo que a planta serve para tratamento de uma diversidade enorme de problemas de saúde.

A bardana é uma planta famosa há muito tempo. Alguns estudos demonstram que os povos gregos faziam uso dessa planta de forma medicinal. Durante a Idade Média, a bardana era incluída em diversas formulações naturais com o objetivo de curar as mais diversas enfermidades do corpo e da alma. Além disso, faz séculos que os chineses, japoneses e asiáticos de modo geral usam a bardana tanto para soluções associadas a medicina alternativa quanto nas suas misturas gastronômicas.

Veja aqui os principais nomes alternativos dados a bardana.

  • Baldrana,
  • Bardana-maior,
  • Carrapicho-de-carneiro,
  • Carrapicho-grande,
  • Erva-dos-pega-massos,
  • Erva-dos-tinhosos,
  • Gobô,
  • Labaca,
  • Lapa,
  • Orelha-de-gigante,
  • Pega-nossa,
  • Pegamassa,
  • Pegamasso,
  • Pegamoço,
  • Pejamaço,
  • Perga-masso

Nesse artigo você descobrirá as principais propriedades medicinais da bardana, seus usos mais comuns ao longo da história e seus possíveis efeitos colaterais e contraindicações. Boa leitura!

Propriedades medicinais da bardana

Propriedades medicinais da bardana

Propriedades medicinais da bardana

A bardana é famosa por ser uma das plantas mais versáteis da medicina alternativa. Essa popularidade não é à toa. Veja aqui as principais propriedades medicinais da bardana.

  • Adstringente
  • Anti-inflamatória
  • Antimicrobiana
  • Antisseborréico
  • Antisséptica
  • Bactericida
  • Calmante
  • Cicatrizante
  • Depurativa
  • Diurética
  • Fungicida
  • Sudorífica
  • Tônica

Com esse montante de propriedades medicinais combinadas, a bardana pode ser utilizada de diversas formas para solucionar de forma natural uma infinidade de problemas de saúde.

Usos mais comuns da bardana

Usos mais comuns da bardana

Usos mais comuns da bardana

Quanto mais propriedades medicinais e mais benefícios uma planta tem, maior a quantidade de problemas e condições de saúde podem ser tratados, resolvidos ou auxiliados pela mesma. A bardana é considerada por alguns adeptos da medicina alternativa como uma das plantas mais versáteis que existem. Abaixo você vai descobrir porquê.

No quê a bardana pode me ajudar?

A bardana pode auxiliar no tratamento dos seguintes problemas de saúde:

  • Cálculo renal
  • Artrite
  • Bronquite crônica
  • Abscesso
  • Caspa
  • Seborréia
  • Quedo de cabelo
  • Anemia
  • Cicatrização de feridas
  • Cólicas
  • Constipação
  • Doenças de pele
  • Hemorróidas
  • Psoríase
  • Reumatismo
  • Torções
  • Dores musculares
  • Dores ósseas

Chá de bardana

Chá de bardana

Chá de bardana

Uma das formas mais conhecidas para consumo da bardana é através do chá de suas raízes. Veja aqui como preparar um chá com raízes de bardana corretamente.

Ingredientes:

  • 3 colheres de sopa de raízes de bardana
  • 1 litro de água

Modo de preparo: Ferva a água no fogo, desligue o fogo e acrescente as raízes de bardana na água ainda quente. Tampe o recipiente e deixe a mistura agir por cerca de 5 minutos. Em seguida, coe o chá.

Modo de consumir: Beba no máximo três xícaras de chá de raízes de bardana ao dia.

Por que incluir a bardana na alimentação?

Por que incluir a bardana na alimentação?

Por que incluir a bardana na alimentação?

A bardana é amplamente utilizada em algumas gastronomias devido às suas raízes. Isso porque a raiz dessa planta é agradável ao paladar e possui textura suave.

Entretanto, a popularidade da bardana na gastronomia vai para além do sabor e textura agradáveis. É altamente recomendada a inclusão das raízes de bardana na alimentação devido a sua riqueza nutricional. A raiz da planta possui:

  • Proteínas
  • Glicídios
  • Fibras
  • Cálcio
  • Fósforo
  • Ferro
  • Vitamina A
  • Vitamina B1
  • Riboflavina
  • Niacina

Normalmente misturada com outros ingredientes, a bardana é comumente utilizada em tortas, saladas e sopas.

O mais comum é fazer uso da raiz com a casca, apenas cozinhando-a adequadamente.

Após o cozimento, a água pode ser bebida como um chá curativo para algumas enfermidades ou pode ser utilizada para lavar a pele para auxiliar no combate a acnes e outros problemas dermatológicos.

Efeitos colaterais da bardana

Efeitos colaterais da bardana

Efeitos colaterais da bardana

O consumo excessivo de bardana pode causar:

  • Aumento da frequência urinária
  • Estimulação das contrações uterinas
  • Hipoglicemia, principalmente entre os diabéticos
  • Irritação da pele e dos olhos
  • Convulsões
  • Parada respiratória

Por esses motivos, é fundamental que a bardana seja consumida com cautela e sem exageros. Vale lembrar, ainda, que nada em excesso faz bem. A moderação sempre é necessária.

Contraindicações

Gestantes, lactantes e crianças com 5 anos ou menos não devem incluir na dieta nenhum ingrediente sem recomendação médica.

Além disso, a bardana deve ser evitada por pessoas que:

  • Estejam com feridas abertas, pois a bardana pode causar irritação na pele
  • Sofram com diarreia, pois a ingestão dessa planta acelera o trânsito intestinal e, por isso, pode agravar a situação

O que achou do conteúdo? Já conhecia os benefícios e os riscos da bardana? Deixe um comentário e compartilhe conosco a sua opinião.

Receitas e Naturais em seu email