Dicas Naturais, Remédios Caseiros

Receita Natural

Receita Natural

Plantas e Ervas ajudando em sua Saúde

Pesquisar

Quais as Propriedades Medicinais do Barbatimão?

A Stryphnodendron barbatimam Mart., também é conhecida popularmente como barbatimão ou barbatimão verdadeiro, barba timan, verna casca da mocidade ou da virgindade, dentre outros nomes. É originária do cerrado brasileiro, predominante no norte e nordeste do Brasil. Seu nome é derivado de um termo indígena, que significa a árvore que aperta.

É uma planta da família Fabaceae. Sua aparência é retorcida, de pequeno porte e com cascas espessa. Nos meses mais frios ou com estiagem de chuvas, ela perde suas folhas. Os frutos são carnosos e possuem sementes, como vagens. A barbatimão é tóxica para animais herbívoros.

Apesar de pouco conhecida, essa planta tem propriedades medicinais e também é foco de interesse das indústrias, principalmente do couro. A barbatimão pode ser utilizada para procedimentos medicinais internos, externos e para tintura. Iremos expor suas utilidades e falar sobre suas substâncias.

Quais são as propriedades medicinais?

É utilizada medicinalmente nas úlceras, hemorragias e catarros vaginais. Dentre suas substâncias químicas, encontramos os taninos, flavonoides e alcaloides. O tanino, presente na casca, fortalece o sistema imunológico e protege de várias doenças. Possui também ação antioxidante, através dos flavonoides, que protegem as células contra os danos celulares causado pelo estresse oxidativo.

O barbatimão é adstringente, capaz de remover a água acumulada dentro das células, causando contração nas fibras musculares. Isso facilita o processo de cicatrização, evitando hemorragias. Além disso, tem propriedades antissépticas por combater bactérias e fungos.

É ótimo para o tratamento de gastrite, úlcera estomacais, gonorreia, sangramento uterino, feridas, problemas de pele, de fígado, e para o tratamento de diabetes e anemia. Devido ao efeito antifúngico da planta, o barbatimão inibe a proliferação e crescimento do fungo tipo Candida albicans, que provoca a candidíase.

O barbatimão elimina bactérias e fungos causadores de doenças

Ademais, seu poder anti-inflamatório combate a bactéria Streptococcus pyuogenes, a mais comum nos quadros infecciosos da região da garganta. A planta também combate conjuntivite e qualquer inflamação ocular.

Pesquisas indicam que extratos alcoólicos de barbatimão diminuem a acidez gástrica, o que diminui o risco de inflamações, gastrite e úlceras e reduz significativamente a quantidade de parasitas no sangue. Combate o parasita Trypanosoma cruzi, que transmite a doença de chagas. Também elimina as bactérias que causam furúnculos e acnes.

O HPV, vírus conhecido como papiloma humano, é o causador de uma infecção que causa o aparecimento de verrugas pelo corpo. Essas verrugas podem nascer na região genital, ânus, boca, garganta e nariz e se não tratadas, podem aumentar o risco de se desenvolverem em câncer.

Cientistas da Universidade Federal de Alagoas desenvolveram uma pomada feita de barbatimão para a utilização em tais casos. E, segundo seus estudos, a aplicação desta pomada 2 x ao dia eliminou verrugas, sem nenhum efeito colateral. Este processo ainda está em estudo, mas tudo indica que em breve poderá ser usado efetivamente para esse benefício.Outros estudos indicam que o barbatimão inibe a ação de veneno de algumas serpentes como surucucus, urutus e jararacas.

Como usar o barbatimão – Receitas

Existem receitas específicas para o melhor aproveitamento de cada propriedade do barbatimão. Abaixo, tem-se algumas que são simples e podem ser utilizadas em situações rotineiras.

Para redução de oleosidade da pele: Ferva 1 xícara de chá de água com 1 colher de sobremesa de casca picada de barbatimão. Aplique à noite, no rosto,com a ajuda de uma bolinha de algodão. Deixe agir por 20 minutos e enxague com água morna.

Para evitar hemorragias uterinas: Pegue 1 litro de água, 1 xícara de chá de casca de barbatimão picadas, 1 xícara de raiz de algodoeiro e 1 xícara de quiabo verde e coloque tudo ferver por 15 minutos. Coe e faça banho de assento de 1 à 2 vezes ao dia.

Para inflamação de garganta, corrimento vaginal, diarreia: Misture 2 colheres de sopa de casca picada de barbatimão em 1 xícara de chá de álcool de cereais a 50%. Deixe macerando (descansando) por 3 dias e depois coe em um pano bem fino. Tome 1 colher de café diluído em água de 2 à 3 vezes ao dia.

Feridas ulceradas: Pegue meio litro de água e coloque ferver por alguns minutos junto com 2 folhas fatiadas de confrei e 1 colher de sopa de cascas de barbatimão picadas. Após amornar, aplique na ferida com algodão ou um pano limpo 2 vezes ao dia.

Contraindicações

O barbatimão é contra indicado para mulheres grávidas, pois pode provocar aborto, e para mulheres em período de amamentação.

Ademais, em usos industriais, a quantidade de tanino que se pode extrair do barbatimão, assim como o pigmento vermelho de sua casca, foram usados na indústria de curtumes e também para se fabricar tinta de escrever.

Receitas e Naturais em seu email