Dicas Naturais, Remédios Caseiros

Receita Natural

Receita Natural

Plantas e Ervas ajudando em sua Saúde

Pesquisar

Artemísia – Propriedades Medicinais

Artemísia (Artemisia Annua) é um gênero botânico pertencente à família Asteraceae. O grupo inclui entre 200 e 400 espécies de plantas herbáceas e arbustivas. Todas as plantas presentes nesse grupo são ricas em óleos voláteis. O absinto é um conhecido exemplo de espécie de Artemísia.

Neste artigo você conhecerá mais sobre a artemísia. Fique por dentro dos benefícios e propriedades medicinais desta planta. Veja também os efeitos colaterais e contraindicações para uso medicinal da artemísia. Boa leitura!

Artemísia

A artemísia é uma planta de ciclo anual, florescendo na primavera – de modo geral, na primeira metade do mês de setembro.

As folhas da artemísia são normalmente utilizadas na culinária devido ao seu sabor agridoce. Todavia, esse não é o único uso de suas folhas. A artemísia também tem suas folhas destinadas a indústria da perfumaria, em especial na região mediterrânea. Além disso, a população chinesa também utiliza as folhas da artemísia na produção vinícola, mais uma vez, devido ao seu aroma e sabor.

Em algumas regiões a artemísia é conhecida por erva de são joão.

Artemísia – Como cultivar

A artemísia é uma planta medicinal adaptável. Ela se acomoda em variados solos, desde terrenos arenosos e argilosos, possuindo alta tolerância em ambientes pobres de nutrientes. Todavia, a planta dá preferência para solos com boa drenagem, obviamente.

A artemísia consegue se adaptar a ambientes secos e úmidos, sendo que a sua preferência vai para locais com semi-sombra, como as florestas.

Artemísia – Medicina alternativa

A artemísia é muito utilizada como moxa na terapia chamada moxabustão. Essa modalidade de terapia é difundida através da medicina tradicional chinesa e japonesa.

A moxa, ou mogussá, é um extrato envelhecido, batido e seco das folhas dessa erva. Depois é utilizado direta ou indiretamente na pele em regiões com dores ou pontos de acupuntura. O princípio deste tratamento é através do calor.

Artemísia – Propriedades Medicinais

Artemísia - Propriedades Medicinais

Artemísia – Propriedades Medicinais

Sendo considerada uma das plantas mais antigas do planeta, a artemísia é utilizada na medicina oriental há milênios. Por esse motivo, a planta é pesquisada desde tempos remotos pela ciência. Veja aqui as propriedades medicinais da artemísia já comprovadas pela ciência:

  • Anti-inflamatória
  • Antiepilética
  • Antiespasmódica
  • Antisséptica
  • Calmante
  • Digestiva
  • Diurética
  • Sedativa
  • Vermífuga

A artemísia já passou por diversos estudos experimentais em laboratórios de pesquisa desde a área da botânica e biologia até laboratórios de última geração farmacêuticos.

Com todas essas propriedades, a planta está entre as mais populares para o tratamento natural de uma série de quadros clínicos.

Artemísia – Benefícios e Indicações

A artemísia é uma planta medicinal repleta de propriedades benéficas para a saúde. Sendo amplamente utilizada desde a medicina antiga oriental, essa planta trata caseiramente uma série de problemas de saúde.

Veja aqui alguns quadros que podem ser prevenidos, tratados ou atenuados com o uso medicinal da artemísia:

  • Anemia
  • Cólica abdominal
  • Cólica menstrual
  • Diarreia
  • Vermes
  • Lombriga
  • Oxiúro
  • Problemas de digestão
  • Febre
  • Dores de cabeça
  • Hemorragias

Artemísia – Efeitos Colaterais e Contraindicações

O primeiro conselho a ser dado é o seguinte: evite ao máximo o contato direto da pele com a artemísia.

O contato da planta com a pele pode causar dermatite e outras reações alérgicas, mesmo entre aqueles que não possuem histórico de alergias.

Por esse motivo, o mais aconselhado é manejar a artemísia apenas com luvas de jardinagem. Além disso, o pólen da planta também pode causar alergias sérias.

Em relação ao uso medicinal através de infusões ou chás, os únicos grupos que devem manter distância da planta são:

  • Gestantes
  • Lactantes
  • Crianças com 10 anos ou menos, exceto sob prescrição pediátrica

Vale lembrar que o consumo de plantas medicinais é caracterizado como um tratamento, mesmo que natural. E, como tal, deve ser acompanhado por um profissional da saúde, preferencialmente um médico que conheça seu histórico familiar.

Este conteúdo foi útil para você? Deixe deixe um comentário e marque seus amigos. Divulgue esta notícia entre familiares e colegas que buscam por alternativas naturais para o combate aos mais variados problemas de saúde.

Mais Receitas e Dicas Naturais

Receitas e Naturais em seu email