Dicas Naturais, Remédios Caseiros

Receita Natural

Receita Natural

Plantas e Ervas ajudando em sua Saúde

Pesquisar

Arruda – Propriedades Medicinais

A arruda é uma planta medicinal pertencente a família das Rutáceas. Essa planta corresponde ao nome científico de:

  • Ruta graveolens L
  • Ruta montana
  • Ruta sativa
  • Ruta hortensis
  • Ruta latifolia

A arruda é um sub-arbusto comum em jardins de todo o mundo, em especial pelo aroma acentuado e agradável de suas folhas. As folhas da planta são alternas entre pecioladas, carnudas, glaucas e compostas e atingem até 15 cm de comprimento.

A arruda pode atingir até um metro de altura, apresentando haste lenhosa, ramificada desde a base.

As flores são pequenas e amareladas. E o fruto da planta é capsular, de quatro ou cinco lobos, salientes e rugosos, abrindo-se superior e inteiramente em quatro ou cinco valvas.

Assim como ocorre com as plantas populares, a arruda possui uma série de “codinomes”. Veja aqui as principais nomenclaturas populares da arruda:

  • Arruda doméstica
  • Arruda fedorenta
  • Arruda dos jardins
  • Ruta de cheiro forte
  • Ruda

Neste artigo você conhecerá as propriedades medicinais e os benefícios da arruda. Fique por dentro ainda das contraindicações e dos possíveis efeitos colaterais dessa planta medicinal. Boa leitura!

Arruda – Propriedades Medicinais

Arruda - Propriedades Medicinais

Arruda – Propriedades Medicinais

Comum nos jardins e nas casas de boa parte do mundo, a arruda é uma planta aromática que possui uma infinidade de propriedades medicinais.

Veja aqui a lista completa das ações da arruma para a sua saúde:

  • Adstringente
  • Analgésica
  • Antiasmática
  • Anti-inflamatória
  • Aromática
  • Calmante
  • Estimulante
  • Repelente
  • Sudorífica

Com estudos científicos comprovando esses efeitos, a arruda é uma excelente alternativa para aqueles que desejam tratar caseiramente os mais variados problemas de saúde.

Arruda – Benefícios e Indicações

A arruda é utilizada medicinalmente em casos de afecções dos rins. Esse é um dos usos medicinais mais conhecidos e mais comuns da planta.

Entretanto, não são apenas os rins que podem ser beneficiados pelo uso da arruda.

Veja aqui uma lista de outras situações que podem ser tratadas através dessa planta:

  • Asma brônquia
  • Enxaqueca e dores de cabeça
  • Gases intestinais
  • Gota
  • Hemorroidas
  • Varizes e vasinhos
  • Vermes

Além disso, a arruda também é fortemente indicada para aqueles que sofrem com altas taxas de ansiedade.

Com o crescimento exponencial de pessoas paralisadas pela ansiedade, diversos estudos estão apresentando alternativas para o tratamento natural da ansiedade. De acordo com algumas pesquisas, a arruda está entre as plantas que melhor trata esse problema.

A arruda também é particularmente interessante para aqueles que vivem em locais envoltos em natureza, como cidades menores ou regiões rurais. Isso porque a arruda age eficazmente como repente de insetos. Não é a toa que diversos inseticidas e repentes industrializados usam a arruda em sua composição.

Veja quais animais são comumente afastados pelo cheiro da arruda:

  • Pulgas
  • Percevejos
  • Ratos
  • Baratas

O consumo do chá de arruda também beneficia as mulheres que possuem menstruação desregulada. Isso porque a planta auxilia na normalização do ciclo menstrual.

Arruda – Efeitos colaterais e Contraindicações

Arruda - Contraindicações e Efeitos Colaterais

Arruda – Contraindicações e Efeitos Colaterais

O principal e mais conhecido efeito colateral da arruda é sua ação abortiva. A arruda é conhecida entre comunidades antigas por ser o item fundamental do mais forte chá abortivo. Era comum meninas e adolescentes que desconfiavam de uma possível gestação consumirem o chá de arruda todo final de dia, ao longo de uma semana ou mais. Por esse motivo, a arruda particularmente desaconselhada para gestantes. Além da gestante, mulheres em fase de amamentação também não devem consumir a arruda.

Além dessas contraindicações, a arruda possui uma série de efeitos colaterais. Conheça os já comprovados pela ciência:

  • Hemorragias
  • Cólica menstrual
  • Quando exposto ao Sol pode desenvolver manchas na pele
  • Vertigens
  • Gastroenterites
  • Convulsões
  • Vômitos
  • Dores abdominais
  • Náuseas

Gostou deste conteúdo? Deixe um comentário com a sua opinião e divulgue a dica entre seus amigos, familiares e colegas.

Mais Receitas e Dicas Naturais

Receitas e Naturais em seu email