Dicas Naturais, Remédios Caseiros

Receita Natural

Receita Natural

Plantas e Ervas ajudando em sua Saúde

Pesquisar

Arnica Paulista – Propriedades Medicinais

A Arnica paulista (nome científico Porophyllum Ruderale), também conhecida como cravinho, é uma das mais de 30 espécies de plantas perenes e herbáceas que pertencem à família das Asteráceas (Asteraceae). O nome arnica significa pele de cordeiro, aludindo ao tato de suas folhas, suaves e peludas.

Não conhece a arnica? Pois talvez você a conheça por um de seus nomes populares. Veja aqui outras formas comuns de nomear essa planta: Couve marinho, Couvinha, Erva fresca, Couve cravinho, Cravinho e Arnica do mato

Este gênero circumboreal e montanhoso floresce em sua maioria nas regiões temperadas da América do Norte ocidental. Duas espécies são originárias da Eurásia (A. angustifolia e A. montana). Nesse artigo você conhecerá as propriedades medicinais, os principais benefícios e os efeitos colaterais mais comuns da arnica. Boa leitura!

Arnica Paulista – Propriedades Medicinais

Originária da América do Norte, a Arnica Paulista disseminou-se em todo o mundo devido as suas propriedades medicinais, que podem tratar os mais variados problemas de saúde.

Atualmente, a Arnica Paulista está entre as alternativas naturais de tratamento mais procuradas por alguns adeptos da medicina alternativa – que vira curar problemas de saúde sem o uso excessivo de medicamentos farmacológicos produzidos pela indústria farmacêutica ocidental.

Arnica Paulista - Propriedades Medicinais

Arnica Paulista – Propriedades Medicinais

Veja aqui a lista completa das propriedades medicinais da Arnica Paulista.

  • Antisséptico
  • Cicatrizante
  • Analgésico
  • Anti-inflamatória
  • Descongestionante
  • Adstringente
  • Diurético
  • Expectorante
  • Regeneradora

Arnica Paulista – Indicações e Benefícios

Arnica Paulista - Indicações e Benefícios

Arnica Paulista – Indicações e Benefícios

A Arnica Paulista é uma planta amplamente estudada na área da saúde devido a sua fama de “cura rápida”. De acordo com Goethe, a Arnica Europeia possui, ainda, potencial energético importante, o que torna a espécime ainda mais valiosa para os pesquisadores.

A ciência já comprovou a ação regeneradora da Arnica, assim como boa parte de suas principais propriedades medicinais.

Alguns estudos das últimas décadas demonstraram que tratamentos com Arnica Paulista possuem resultados excepcionalmente interessantes quando associados a cuidados pré e pós operatórios ou quando relativos a traumas físicos de modo geral. Veja aqui uma lista de quadros para os quais a Arnica é fortemente recomendada:

  • Lesões
  • Contusões
  • Entorses
  • Cirurgias (tratamento pré e pós operatório)

A Arnica no Brasil

Não é novidade que o Brasil é um país repleto de riquezas naturais. Devido a nossa natureza avassaladora, a Arnica desenvolveu espécies diferenciadas no território nacional.

A conhecia Arnica Silvestre, natural do Brasil e América Latina, possui benefícios não comprovados em estudos realizados com a Arnica tradicional. Por esse motivo, alguns botânicos, biólogos e pesquisadores do campo de modo geral acreditam que essa espécime de Arnica é ainda mais potente que a planta originária da América do Norte e norte da Europa.

As flores da Arnica Silvestre podem servir para:

  • Neutralizar problemas no sistema nervoso
  • Estimular a regeneração energética
  • Curar feridas e inflamações
  • Tonificar a circulação sanguínea

Arnica – Tratamentos

Arnica - Tratamentos

Arnica – Tratamentos

Veja aqui outros quadros clínicos que podem ser tratados, prevenidos ou amenizados a partir da Arnica Paulista:

  • Gota
  • Dores nas articulações
  • Dilatação dos brônquios
  • Coagulação do sangue
  • Reumatismo
  • Traumatismo

Arnica – Campos de atuação

Amplamente utilizada em preparações homeopáticas e fitoterápicas, a Arnica é uma planta historicamente associada com os tratamentos de algumas áreas específicas da medicina, tais como:

  • Acupuntura
  • Antroposofia
  • Cirurgia plástica
  • Homeopatia
  • Oftalmologia
  • Ortopedia

Para além da medicina, a Arnica também é utilizada em outros campos da saúde. Por exemplo:

  • Odontologia
  • Veterinária
  • Fisioterapia

Arnica Paulista – Curiosidades

Arnica Paulista - Curiosidades

Arnica Paulista – Curiosidades

A Arnica é uma planta cujo nome científico tem uma história bastante obscura. Ainda assim, alguns estudiosos botânicos acreditam que a palavra deriva de uma deformação natural pelo passar do tempo entre os povos originários do norte da Europa da palavra grega ptarmikos, cujo significado é “que faz espirrar”.
Aparentemente desconhecida na antiguidade, a primeira descrição e desenho oficial da Arnica ocorreu apenas no século XVI, através do médico e botânico italiano Mattioli.
As curandeiras e, posteriormente, os médicos familiares faziam uso dessa planta basicamente para tratamento de traumas físicos de seus pacientes.

Arnica – Contraindicações

Apesar de ser uma planta amplamente utilizada sem a realização prévia de um médico ou outro profissional da saúde, vale lembrar que seu consumo é considerado um tratamento e, como tal, merece cuidado e cautela.

Veja aqui quais parcelas da população devem ficar distantes da Arnica Paulista e suas variações.

  • Gestantes
  • Lactantes
  • Pessoas que demonstrem sensibilidade a planta

Arnica Paulista – Efeitos colaterais

O uso interno da Arnica não é recomendado praticamente sob nenhuma circunstância, pois é considerado potencialmente tóxico, exceto em preparações homeopáticas. Alguns estudos demonstraram que o uso interno da Arnica pode causar:

  • Náuseas
  • Irritação gástrica

Pesquisas que analisaram a planta demonstraram, ainda, que o uso externo da Arnica pode causar:

  • Dermatite
  • Eczema
De acordo com os últimos estudos, não há interação entre a Arnica e medicamentos:
  • Anti-inflamatório hormonal
  • Anti-inflamatório não-hormonal
  • Analgésico
  • Antibiótico
De modo geral, o uso da Arnica é seguro e bem tolerado nas preparações:
  • Homeopáticas
  • Antroposóficas

Não sendo verificado nenhuma reação adversa nesses contextos, é seguro afirmar que a Arnica é uma planta medicinal com boas contribuições para a saúde e sem riscos para a saúde ou efeitos colaterais significativos, desde que respeitadas as parcelas da população que devem se manter longe da planta.

O que achou desse conteúdo? Já conhecia todos os benefícios e propriedades medicinais da Arnica Paulista? Deixe um comentário com a sua opinião e divulgue esta dica natural entre seus amigos, colegas de trabalho e familiares.

Mais Receitas e Dicas Naturais

Receitas e Naturais em seu email