Dicas Naturais, Remédios Caseiros

Receita Natural

Receita Natural

Plantas e Ervas ajudando em sua Saúde

Pesquisar

Alho – Propriedades Medicinais

O Alho – conhecido pelo nome científicos Allium Sativum – é uma planta da família das Alliaceae, muito comum na culinária brasileira e do mundo. O que pouca gente sabe, entretanto, é que esta plantinha tem capacidades de cura altamente valiosas!

Sendo uma planta bastante popular, o Alho também é conhecido como: Alho Comum, Alho da Horta, Alho Hortense e Alho Manso. Nesse artigo você conhecerá mais sobre o Alho, seus benefícios para a saúde, propriedades medicinais e possíveis efeitos colaterais. Boa leitura!

Alho

O Alho e foi uma das primeiras plantas a ser utilizada para fins medicinais e culinários na história da civilização. Suas qualidades foram descobertas foram descobertas há mais de 3.000 anos!

Em solo brasileiro, os primeiros relatos do Alho surgiram com a chegada dos portugueses. O sentimento de saciedade e conservação de carnes garantidos pelo tempero foram muito utilizados nas magras refeições das embarcações.

Muito usado na medicina e culinária, o Alho já foi utilizado para os mais variados fins:

  • No antigo Egito, o Alho era bastante utilizado no processo de mumificação dos falecidos para afastar os maus espíritos.
  • Já na história moderna, foi possível pagar impostos com o Alho em algumas regiões até meados do século XVIII.
  • Presente no folclore mundial, o Alho é empregado nas histórias de vampiros como um verdadeiro repelente.
  • Já foram publicados mais de 2.000 artigos científicos sobre as propriedades medicinais e históricas do Alho.

Alho – Propriedades Medicinais

Alho

Alho

O Alho ocupa um espaço na medicina natural desde os primórdios da humanidade. As culturas egípcia, indiana, grega e romana tinham a visão de que o alho continha propriedades profiláticas e terapêuticas.

Veja aqui os principais compostos que fazem do Alho um aliado poderoso para aqueles que buscam uma dieta e vida mais saudável:

  • Carboidratos
  • Proteínas
  • Lipídios
  • Fibras
  • Potássio
  • Vitamina B1 (Tiamina)
  • Vitamina C (Ácido ascórbico)
  • Ácido Fólico
  • Fósforo
  • Cobre
  • Cálcio
  • Selênio
  • Ferro
  • Zinco

Veja também as propriedades medicinais da Alho já confirmados pela ciência:

  • É amebicida
  • Antiasmático
  • Antibiótico
  • Antifúngico
  • Antigripal
  • Anti-hipertensivo
  • Antiinflamatório
  • Antimicrobiano
  • Antiviral
  • Digestivo
  • Bactericida
  • Depurativa do sangue
  • Emoliente
  • Expectorante
  • Febrífugo
  • Sudorífero
  • Vermífugo

Alho – Principais indicações e Benefícios

O Alho faz juz à fama de planta medicinal concedida a ele por milênios. Esta hortaliça é indicada para o tratamento de uma série de problemas de saúde, entre eles:

  • Casos de acne
  • Cistite
  • Uretrite
  • Pielonefrite
  • Urolitíase
  • Problemas respiratórios, como:
    • Asma
    • Bronquite
    • Catarro
    • Coqueluche
    • Defluxo
    • Enfisema
    • Faringite
    • Gripe
    • Pneumonia
    • Resfriado
    • Sinusite
    • Tosse
    • Tuberculose
  • Cálculo na bexiga
  • Calos
  • Caspa
  • Escorbuto
  • Infecções fúngicas
  • Baixa imunidade

Alho – Como consumir corretamente?

dentes-de-alho

Dentes de Alho

Alho é uma especiaria deliciosa, mas é importante estar atento a alguns cuidados para o seu consumo:

Todas as partes do alho são comestíveis, entretanto algumas delas são mais recomendadas para determinados tipos de prato:

  • Devido ao seu sabor intenso, evite utilizar o alho para temperar saladas ou alimentos leves. Nestes casos, a dica é utilizar as folhas do alho refogadas.
  • Para alimentos com sabor mais acentuado, os dentes do alho podem ser utilizados. É importante lembrar, entretanto, que os alho nunca deve ser consumido de forma crua.
  • A ingestão de alho cru pode ocasionar azia, diarréias, vômitos ou mesmo problemas mais graves conforme a quantidade ingerida.

Alho – Contraindicações e Efeitos colaterais

O consumo de Alho não é indicado para algumas parcelas da população, tais como:

  • Mulheres grávidas
  • Lactantes
  • Bebês e crianças de colo
  • Pacientes com tratamento de anti coagulantes e anti inflamatórios.
  • Indivíduos com:
    • Pressão baixa
    • Problemas estomacais
    • Úlceras
    • Dermatites
    • Hipertireoidismo.

Apesar de ser uma alternativa natural, o consumo do Alho é caracterizado como um tratamento, assim como qualquer outro. Por esse motivo, o consumo excessivo ou desenfreado da planta pode acarretar em alguns efeitos colaterais desagradáveis, tais como:

  • Irritação estomacal
  • Vômitos
  • Enjôos

Por isso, como em todo caso de tratamento com plantas medicinais, é de fundamental importância consultar um médico para que o diagnóstico e tratamento adequados sejam postos em prática.

O que achou deste conteúdo? Deixe sua opinião através dos comentários e divulgue com seus amigos e familiares todos os benefícios e possibilidades do Alho!

Mais Receitas e Dicas Naturais

Receitas e Naturais em seu email