Dicas Naturais, Remédios Caseiros

Receita Natural

Receita Natural

Plantas e Ervas ajudando em sua Saúde

Pesquisar

O Que É Cistite? Como Tratar?

Muitas mulheres podem sofrer com dores intensas na bexiga, incômodo ao urinar, ardências, etc. Infelizmente, este quadro de sintomas caracteriza a cistite, que é mais comum do que preferimos. A uretra é um canal curto próximo à vagina e ânus, na região perianial. Esta estrutura é responsável por levar a urina da bexiga até a área externa. E, é por este canal que, comumente, as bactérias sobem e atingem a bexiga, ocasionando a cistite.

Entretanto, a cistite não é causada apenas por bactérias. Ela também pode ser ocasionada por medicamentos, uso de sondas, dentre outras questões, que podem desencadear a inflamação na mucosa da bexiga. Cada tratamento da cistite é diferente, pois varia de acordo com o agravamento da situação e também com o indivíduo. Comumente, usa-se antibióticos para eliminar as bactérias, pois na maioria dos casos elas são as causadoras dos problemas. Em conjunto com os medicamentos, pode-se tomar chás.

Cistite

Muitas pessoas confundem cistite e infecção urinária. Toda cistite é uma infecção urinária, mas nem toda infecção urinária é cistite. De um modo geral, a infecção urinária é caracterizada pela presença de microrganismos em qualquer órgão do trato urinário: uretra (uretrite), rins (pielonefrite) ou a bexiga (cistite). Então, a cistite é especificamente causada por bactérias que atingem a bexiga ou por outras questões que desencadeiam as inflamações. O mais comum é que essa bactéria seja a Escherichia coli, que age na digestão, mas que é prejudicial para o sistema urinário.

Apesar da cistite atingir também os homens, ela é mais comum nas mulheres, por uma questão anatômica. Como a uretra feminina é mais curta e está mais próxima do ânus, a contaminação por bactérias eliminadas nas fezes ocorre mais facilmente. Além disso, muitas relações sexuais por um curto período de tempo pode levar à pequenas lesões na uretra feminina, deixando o canal mais sensível às bactérias, causando o que popularmente se chama de cistite de lua de mel. Já a cistite masculina aparece, normalmente, depois dos 50 anos, quando a próstata do homem fica aumentada e há mais retenção de urina. O problema também pode acometer crianças de ambos os sexos.

Saiba o que é a cistite e como tratar-la.

A cistite é uma inflamação no tecido da bexiga, que pode ser ocasionada por bactérias ou não.

Como dissemos, as cistites podem ocorrer por diversos motivos, e não apenas pelas bactérias. Algumas das causas são uso de sondas de forma excessiva, câncer de bexiga, fungos, radioterapia na região pélvica, etc. Estes motivos podem ocasionar, também, inflamações.

Os sintomas principais da cistite são necessidade de urinar com frequência, pouca urina eliminada em cada micção, ardência ao urinar, dores nas costas, dores no baixo ventre, febre e também presença de sangue na urina.

Como tratar?

Antes de focar no tratamento é importante, primeiro, entender como evitar este problema. Beba muito líquido, pois a água ajuda o organismo a eliminar as bactérias através da urina, e evite segurar o xixi, ou seja, reter a urina ao invés de ir ao banheiro quando tem vontade.

Ademais, mantenha higiene adequada da região íntima, lavando-se com água e sabão. Use o papel higiênico sempre da frente para trás e não use roupas íntimas muito apertadas para evitar a proliferação de bactérias devido ao calor e umidade da região. Álcool, cafeína e alguns temperos podem irritar o canal urinário, e durante o período menstrual, troque os absorvente íntimos com frequência.

Para o tratamento da cistite, sempre priorize o tratamento passado pelos médicos. Utilize os remédios de forma regular, sem substituí-los por tratamentos caseiros. Porém, você pode usar estes fitoterápicos em conjunto com os medicamentos. Primeiro, tome muita água, para que a sua bexiga funcione constantemente e também elimine as bactérias.

Os chás são ótimas opções também, ainda mais quando as ervas utilizadas possuem propriedades antibactericidas, anti-inflamatórias e diuréticas. Realize banhos de assento regularmente, e também faça compressas de água  quente para amenizar as dores.

Receitas e Naturais em seu email