Dicas Naturais, Remédios Caseiros

Receita Natural

Receita Natural

Plantas e Ervas ajudando em sua Saúde

Pesquisar

Quais os primeiros sintomas de gravidez? Pode tomar chá?

Relação sexual sem uso de preservativo ou anticoncepcional? Pode ligar o alerta e ficar de olho nos sintomas! Por mais que varie de mulher para mulher, alguns sintomas da gravidez são bem característicos e comuns. Podendo vir todos de uma vez ou apenas um ou outro, fique ligado nas dicas que seu corpo te dá quando você tá pra dar vida a um novo ser!

Primeiros Sintomas

O sintoma mais clássico da gravidez é o atraso da menstruação. O alerta causado pelo atraso é instantâneo! Antes de se desesperar com isso, repense se você não passou por nenhuma situação de muito estresse que gerasse esse atraso. Esta dica também não é valida pra quem não tem o ciclo regular.

Outro sintoma característico são as náuseas e o enjoo pela manhã. Quando a mulher está grávida, o hormônio Beta HCG aumenta sua quantidade circulante no organismo, o que leva aos sintomas de enjoo e náusea. Essa sensação costuma aparecer depois da segunda semana de gravidez.

Outra parte do corpo que é afetada pela gestação são os seios. Seu inchaço e maior sensibilidade ao toque são um alerta. Os seios ficam mais doloridos, inchados e sensíveis nas primeiras semanas. Vale lembrar que não deve ser confundido com o inchaço e dor pré-menstrual das mamas, que é comum em algumas mulheres.

Se esses sintomas não vierem acompanhado da menstruação, vale ligar o alerta e fazer o teste de gravidez. Além destes, pode ocorrer, também o escurecimento das aréolas dos seios, apesar desse sintoma ser mais comum depois do 3 mês de gestação, é um indicativo importante de gravidez.

gravida

Conheça os primeiros sintomas da Gravidez

A dor de cabeça também é um sinal, principalmente nas primeiras semanas. Se a mulher não tem costume de sentir dor de cabeça ou não tem enxaqueca e repentinamente começa a sentir as dores, acompanhadas de outros sintomas pode ser um sinal para que seja feito o teste de gravidez. Essas dores de cabeça são causadas pelo aumento inesperado de progesterona no organismo.

Outra dor muito comum é a dor nas costas, do início ao final da gestação esta é uma queixa recorrente entre as mulheres, e o sintoma está tende a se intensificar nos últimos meses onde há o peso da barriga. A sonolência e a fadiga em excesso são sintomas podem acontecer desde a primeira semana da gravidez, podem ser causados pela queda de pressão arterial ou até mesmo pela presença dos hormônios beta HCG e progesterona.

Sobre o Consumo de Chá

Se você apresentou alguns desses sintomas ou muito deles, é bom procurar um médico e evitar o consumo de alimentos que possam gerar reações adversas. Muito amado e querido por todos,os chás precisão ser utilizados com cautela, pois alguns deles podem desencadear efeitos que sejam prejudiciais a gravidez.

A CDC (centro de controle e prevenção de doenças dos Estados Unidos), realizou um estudo onde demonstrou que no primeiro trimestre de gestação é quando as grávidas fazem um maior uso de chás. Esses primeiros 3 meses são quando ocorre a formação do bebê e substâncias ingeridas sem o devido cuidado podem causar alguma alteração nesse processo.

Além disso, alguns chás apresentam caráter abortivo ou um excesso de cafeína, como os chás de canela e cravo da índia ou os chás pretos e mate, respectivamente. Devido ao efeito da cafeína no organismo, esta deve ser evitada durante toda a gestão. Desde taquicardia à a agitação da mulher, tudo isso é transferido para o bebê e pode prejudicar diretamente a saúde da criança.

Recomendações

Durante toda a gravidez os chás devem ser consumido com cautela. Chás claros devem ser preferidos pelas grávidas e, mesmo assim, não devem ser ingeridos todos os dias. Chás com efeito calmante como erva cidreira são indicados, mas é necessário sempre conversar com o médico antes de fazer uso e avaliar.

No final das contas o que vale é a opinião do seu médico, afinal um organismo é diferente do outro e pode reagir de formas diferentes ao consumo das substâncias mais inofensivas. O que vale é seguir o pré natal direitinho e não colocar a saúde do seu bebê em risco.

Mais Receitas e Dicas Naturais

Receitas e Naturais em seu email