Dicas Naturais, Remédios Caseiros

Receita Natural

Receita Natural

Plantas e Ervas ajudando em sua Saúde

Pesquisar

Como Preparar os Chás Verde, Preto e Branco

Os chás são uma excelente forma de aproveitarmos os benefícios das plantas para a nossa saúde. No entanto é preciso prepará-los da maneira correta, para que as substâncias possam atuar em nosso organismo. A parte da planta utilizada pode interferir no modo de preparo, assim como o tempo de infusão e a temperatura da água. A preparação também pode variar conforme a erva utilizada e o uso medicinal do chá.

Hoje em dia são encontrados muitos chás no mercado, nos quais as ervas são armazenadas em saquinhos de papel individuais. Esse tipo de chá é menos eficiente no tratamento de doenças, pois as plantas são muito trituradas e não há um grande contato da erva com a água. Quem entende do assunto recomenda o chá de folhas soltas, porque a erva é menos processada e conserva grande parte dos nutrientes. No que se trata dos chás preto, verde e branco, devemos estar atentos à temperatura da água, qual é a forma de infusão, etc.

Como preparar

Os chás se classificam como preto, verde ou branco de acordo com o processo pelo qual é obtido. Dizem que os verdadeiros chás preto, verde e branco são feitos com a planta Camellia sinesis. Porém, hoje em dia, existem diversos tipo de chás, combinações, etc.

O chá branco é obtido por meio das folhas novas e dos brotos da planta. Assim, as folhas são tiradas logo após o começo da floração. Por este motivo, o chá é mais claro e possui mais propriedades antioxidantes.

O chá verde é feito com as folhas um pouca mais velhas, mas que ainda não passou por um grande período de fermentação. Para obter este chá verde, as folhas passam por uma câmara de vapor, e depois são secas.

O chá preto é feito com as folhas da planta, mais velhas, que passam por um processo de fermentação. Ele pode ser produzido com as folhas inteiras, ou esmagadas e cortadas. Quando as folhas possuem uma menor resistência e qualidade, elas são cortadas para produzirem os chás de saquinho.

Então, como pode-se ver, qualquer planta que seja própria para chá pode produzir um dos tipos citados acima. Hoje em dia os chás pretos indianos são extremamente famosos, como o produzido na cidade de Darjeeling.

Porém, como mencionado, o “verdadeiro” chá é o preparado da Camellia sinensis. E, no que se trata desta erva, a temperatura da água é muito importante. Nesse caso, o ideal é usar um termômetro culinário, para medir a temperatura antes de preparar a infusão. Apesar das dicas serem direcionadas ao chá de Camellia, elas valem para outras ervas também.

Conheça a melhor forma de preparo para os chás.

A temperatura da água

O chá preto deve ser preparado com água completamente fervida, em torno de 93º. Para esse chá, você pode esperar a água borbulhar, e então fazer a infusão. Os chá verde e o chá branco devem ser preparados com água menos aquecida. A temperatura, nesse caso, gira em torno de 77º. Como as folhas são mais novas, elas podem sofrer com a temperatura mais alta.

Ainda, para a preparação do chá vermelho, a água deve ser aquecida a uma temperatura um pouco mais baixa, cerca de 88º. O ideal é retirar a água do fogo um pouco antes que ela entre em ebulição, quando pequenas bolinhas de ar começam a se formar no fundo do recipiente.

Quando preparamos o chá, devemos derramar a água aquecida sobre as ervas e esperar alguns minutos antes de coar o chá e consumi-lo. Esses minutos, chamados de tempo de infusão, variam de chá para chá. Isso quer dizer que cada erva tem um tempo ideal de exposição a água quente.

O chá preto e o banco suportam e necessitam de mais tempo de infusão, cerca de 4 ou 5 minutos. Já o chá verde pode ter tempo de infusão de até 2 minutos. É importante ficar atento e respeitar o tempo de infusão dos chás para que eles não fiquem amargos, e percam também suas propriedades.

Receitas e benefícios relacionados

Receitas e Naturais em seu email