Dicas Naturais, Remédios Caseiros

Receita Natural

Receita Natural

Plantas e Ervas ajudando em sua Saúde

Pesquisar

Quais São as Principais Plantas Medicinais Expectorantes?

Expectorar significa eliminar ou expelir do corpo, o muco resultante de problemas respiratórios. O muco aparece cerca de três dias após a ação dos micro-organismos, e sua permanência no organismo pode agravar a doença ou propiciar a evolução para graves infecções. Obviamente, a doença deve ser com orientação médica, mas algumas ervas possuem propriedades expectorantes, podendo ser utilizadas em chás ou xaropes caseiros como produtos auxiliares na eliminação do catarro.

Diversas doenças causam a produção de muco, como gripe, bronquite, sinusite, etc. E, este muco pode ser muito problemático, impedindo a respiração, ocasionando a sensação de “peito pesado”, dentre diversas outras questões. Por isto, confira abaixo quais são as principais plantas expectorantes, que podem ser utilizadas nestas situações.

Plantas expectorantes

Agrião

Verdura produzida em solos úmidos ou alagados, o agrião é rico em cálcio, ferro e magnésio, além de possuir grande quantidade de acido fólico (vitamina C) , betacaroteno (vitamina A) e as vitaminas do complexo B. Os talos da planta, também possuem uma grande concentração de iodo. Por conta de suas propriedades, o agrião é bastante utilizado como descongestionante e fluidificante, ajudando na eliminar muco,sendo mutio recomendada no tratamento auxiliar de bronquite, tosse, resfriados e infecções virais e bacterianas.

Alecrim

O alecrim, planta originária do Mediterrâneo, típica de solos calcários,  possui propriedades estimulantes e expectorantes, sendo muito indicado no controle da tosse, gripe, e crises de asma.

Alcaçuz - expectorante

Alcaçuz

Alcaçuz

A raiz de alcaçuz possui propriedades expectorantes, antioxidantes, sedativas e anti-inflamatórias, por conta da presença de flavonoides. A planta é indicada ainda em casos de hepatite, dor de garganta e problemas estomacais.

Assa-peixe

Também conhecida como mata pasto, cambará branco, enxuga e chamarrita, o assa peixe é um arbusto que chega a medir aproximadamente três metros de altura. Tratada como erva daninha e facilamente encontrada em cerrados, se reproduz facilmente em solos pobres.

Regiões com grande quantidade de assa-peixe são muito procuradas por apicultores, para a produção de mel de abelhas de sabor, textura e cor, semelhantes ao mel de flor de laranjeira.

A erva possui grande quantidade de sais minerais, sendo bastante utilizada no tratamento auxiliar de asma, bronquite, pneumonia, gripes, resfriados, tosse, cálculos renais, contusões, diabetes, dores musculares, infecções da pele e do útero, hemorroidas, litíase, pontadas nas costas e no peito, problemas renais e reumatismo.

Avenca

Planta originária da Europa central e meridional, a avenca é uma herbácea de porte pequeno, que mede de 30 a 50 centímetros e quando bem desenvolvida, chega a formar touceiras. Possui folhas muito pequenas e delicadas. Se desenvolve melhor locais úmidos e com pouca claridade.

Comumente utilizada na decoração de casas, apartamentos e jardins, a avenca é cercada por alguns mitos e uma planta formada pode ser bem cara.

O chá de avenca, embora expectorante, apresenta algumas contraindicações que devem ser observadas: o procuto não deve ser consumido por gestantes, canceres estrogênio-positivos, diabéticos e portadores de hipoglicemia. Isto por que a planta potencializa a produção de insulina.

Eucalipto

Planta originária da Oceania, o eucalipto é tão utilizado na medicina popular e adaptou-se tão bem às condições locais, que passou a ser confundido como planta nativa do Brasil. Conhecido, principalmente por suas propriedades terapêuticas utilizadas no combate de doenças das vias respiratórias, as folhas da planta são utilizadas no tratamento dos sintomas de sinusite, rinite, tosse, asma e bronquite, gripe, resfriado, adenite, amigdalite (dor de garganta), coriza (nariz escorrendo), pneumonia, tuberculose, febre, vermes intestinais, acne, mau hálito e dor muscular, além de dor ciática e problemas na bexiga

Guaco

O guaco é uma erva nativa, podendo ser produzido na maior parte do território nacional. É encontrado inclusive, muitas vezes, na faixada externa de muros, garagens e jardins, mas pela falta de familiaridade com a planta, algumas pessoas não conseguem identificá-la.

No interior é mais fácil encontrar jardins de ervas medicinais e aromáticas. Alguém sempre tem no quintal de casa. Em cidades grandes a prática é bem mais rara, mas as folhas de guaco podem ser encontradas na forma desidratada, em casas especializadas em ervas e produtos naturais.

Além de excelente expectorante, suas propriedades são largamente utilizadas por quem sofre de bronquite e outras doenças pulmonares. O plantio do guaco pode ser realizado em vasos, jardineiras ou pequenos espaços de terra. É uma planta do tipo trepadeira, portanto, pode ser estaqueada ou plantada junto à portões ou muros.

Vale lembrar que mesmo produtos naturais podem apresentar reações adversas e contraindicações. Deste forma é essencial que qualquer tratamento, somente seja iniciado com o conhecimento e autorização de um médico.

Receitas e Naturais em seu email