Dicas Naturais, Remédios Caseiros

Receita Natural

Receita Natural

Plantas e Ervas ajudando em sua Saúde

Pesquisar

Como Usar o Chá de Boldo para Emagrecer?

Atualmente, muitas pessoas resolveram incluir o boldo em dietas de emagrecimento. Neste aspecto, é importante lembrar que existem três plantas que levam este nome, das quais somente duas, possuem propriedades terapêuticas cientificamente comprovadas. O boldo de jardim, é um arbusto de origem africana, que pode crescer até um metro e meio de altura, com folhas ovaladas e superfície aveludada. Apresenta flores azuis que formam pequenos cachos. Esta espécie é a mais utilizada para chá de boldo.

O Peumus boldus Molina, conhecido como boldo do chile ou simplesmente boldo, como é popularmente chamado,  é uma planta originária do Chile de  aroma intenso e inconfundível, embora  semelhante ao da hortelã. Em se tratando das duas espécies, temos uma das plantas mais utilizadas pela medicina caseira, em casos de má digestão, problemas relacionados ao fígado e calafrios. Em condições adequadas, a planta transforma-se em uma árvore que pode atingir até 15 metros de altura. Possui folhas ovaladas com uma consistência semelhante a do couro, por essa razão, chamadas de folhas coriáceas.

Os princípios ativos da planta atuam diretamente e de forma muito rápida sobre o estômago, estimulando o processo da digestão de alimentos, principalmente nos casos de consumo excessivo de gorduras.  O boldo possui uma substância chamada lactonade, responsável pelo gosto extremamente amargo e também inconfundível, porém  muito eficaz na digestão de moléculas de gordura. Abaixo, saiba como usar esta planta para o emagrecimento.

Receita

Chá de boldo:

  • 01 colher de sobremesa de folhas de boldo picadas ou uma unidade de sachê (de supermercado)
  • 01 xícara de chá de água mineral ou filtrada

Modo de preparo: Ferva a água, desligue o fogo e despeje  na xícara. Adicione o sachê ou as folhas picadas e tampe o recipiente. Deixe descansar por aproximadamente 10 minutos. Coe, e em seguida, consuma em temperatura morna. O sabor do boldo é bem amargo, mas não recomenda-se a adição de açúcar ou adoçante, que podem inibir as propriedades terapêuticas da planta.

Boldo do Chile

Boldo do Chile é utilizado em dietas de emagrecimento.

Utilização do Boldo e propriedades

A planta não deve ser ingerida por mulheres grávidas, em doentes com as vias biliares inflamadas ou obstruídas, pessoas que sofrem de hepatite aguda ou pancreatite. Seus efeitos colaterais incluem aborto, vômitos, diarreia e problemas no sistema nervoso. E, nenhum medicamento, ainda que natural, deve ser utilizado como medicamento, sem o conhecimento prévio e autorização de um profissional médico.

A ingestão de boldo, quer seja através de infusões, sucos ou macerações, também é bastante utilizada no alívio dos efeitos da “ressaca”, ou seja, consumo excessivo de substâncias alcoólicas, no tratamento de distúrbios gástricos e biliares, azia, ansiedade, nervosismo e prisão de ventre. A planta também tem sido muito utilizada em dietas de emagrecimento, por conta de suas características diuréticas.

O efeito antioxidante da planta, foi constatado cientificamente, por conta da identificação de um princípio ativo  denominado boldina. As propriedades antibacterianas e antifúngicas podem, de fato, auxiliar na eliminação de vermes e outros parasitas.

Sua utilização em dietas par emagrecer, portanto, deve-se ao seu alto valor digestivo e diurético. Vale lembrar, no entanto, que de nada adianta consumir açúcar e gorduras e em seguida, fazer uso do boldo para eliminar o que foi ingerido. Dietas de emagrecimento somente surtem efeito se devidamente balanceadas, acompanhadas por nutricionistas e outros profissionais da área e associadas a atividades físicas e outros hábitos saudáveis. De qualquer forma, é sempre viável aproveitar as propriedades medicinais da planta, que pode ser incluída, sem exageros, no dia a dia.

O boldo é uma planta antioxidante, antifúngica, antibactericida, diurética, calmante, estimulante da vesícula biliar, antiespasmódica, anestésica, antisséptica, antibacteriana, anti-inflamatória, depurativa, desintoxicante, sedativa, tônica e vermífuga. Ainda, o boldo pode ser encontrado in natura, em hortas, vasos e jardins ou em supermercados e casas do ramo, em folhas secas, pó ou sachês próprios para chás.

Receitas e Naturais em seu email