Dicas Naturais, Remédios Caseiros

Receita Natural

Receita Natural

Plantas e Ervas ajudando em sua Saúde

Pesquisar

Como Fazer Chá 7 Ervas para Emagrecimento e Combate à Celulite?

O chá de sete ervas, muito utilizado em dietas de emagrecimento, nada mais é que uma mistura de ervas medicinais que reúne propriedades terapêuticas capazes de auxiliar no emagrecimento, perda de gorduras localizadas e combate a celulite, entre muitos outros benefícios.  O chá é composto  por folhas de abacateiro, carqueja, cavalinha, chapéu-de-couro, espinheira-santa, jurubeba e erva de bugre.

O chá atua com inibidor do apetite, regulador do intestino e ansiolítico. Sua principal característica deve-se ao fato de que todas as ervas utilizadas na composição possuem substâncias diuréticas, estimulando a eliminação de urina e impendo a retenção de líquido e sódio, fator responsável por inchaços nos braços, pernas e região abdominal, ocasionando o aumento de peso. Abaixo, saiba como preparar este chá e também quais são as suas propriedades medicinais.

Receita

Ingredientes:

  • 1 colher de chá da mistura de ervas
  • 1 xícara de chá de água mineral ou filtrada

Modo de fazer: Ferva a água, desligando o fogo antes do ponto de ebulição (quando o líquido começa a borbulhar)
Acrescente a mistura de ervas, tampe o recipiente e deixe descansar por aproximadamente 10 minutos.

A mistura de vários elementos em um só produto, se por um lado, agrega benefícios, por outro agrega também os perigos. O chá composto de sete ervas é contraindicado para gestantes, lactantes, crianças e adolescentes, pessoas com histórico de pressão baixa, hipoglicemia e pós cirurgias. Vale lembrar que o chá, por si só, não trará grandes resultados, devendo se atrelado á uma dieta alimentar equilibrada e prática de atividades físicas, sempre sob orientação e acompanhamento médico.

7 ervas

Chá 7 ervas para emagrecimento
Fonte: .brasilcontigo.com.br

Quais os benefícios? Como fazer a mistura?

Estas ervas, juntas, apresentam, entre outras, as seguintes propriedades: adstringente, afrodisíaca, antianêmica, anti-helmíntica, anti-inflamatória, antidiarréica, antioxidante, antisséptica, anti-sifílica, balsâmica, antiuricêmica, cicatrizante, depurativa, digestiva, rejuvenescedora umectante, vermífuga, antirreumática, carminativa, diurética, emoliente, estomáquica, cardiotônica, analgésica, antibiótica, antidiabética, ansiolítica.

Nas dietas de emagrecimento, o chá composto por estas sete ervas age como diurético, regulador intestinal e inibidor do apetite. Auxilia no combate de gorduras localizadas, celulite, estrias, ansiedade e ácido úrico, além de garantir uma verdadeira “faxina” no sangue, através de suas propriedades depurativas.

Além disso, uma das ervas presentes, a cavalinha, também conhecida como cavalinha-dos-campos, cauda-de-cavalo ou cola-de-cavalo, acelera o metabolismo. O  chá de chapéu de couro combate á doenças diversas como tosse e problemas de fígado, enquanto a carqueja diminui o apetite, quando o chá for tomado antes das refeições.

A jurubeba, além de auxiliar nos processos de emagrecimento, pode complementar o tratamento de quem sofre frequentemente com cistites e infecções urinárias eliminando diversas bactérias e impedindo a retenção de líquido, ocasionado a desintoxicação do organismo, em especial no canal da urina.

A erva de bugre ou guaçatonga, também conhecida como cafezinho-do-mato, pau-de-lagarto, cafeeiro-do-mato, guassatunga e guassatonga, ajuda a melhorar a circulação, combate espinhas, celulite, ácido úrico, hipertensão, reumatismo, micose, gastrite.

Existem no mercado, vários fornecedores do Chá 7 ervas, pronto para o consumo. Quem preferir, pode fazer o composto em casa, mas neste caso, aconselha-se a secagem das ervas antes do preparo. Utilize folhas picadas em proporções iguais para cada tipo de planta a ser utilizada. Primeiramente, seque as folhas inteiras, colocando-as em um recipiente largo para que uma folha não fique em cima da outra. Quanto mais espalhadas, melhor e mais rápido será o resultado do processo de secagem.

Uma forma de bolo retangular é um bom recipiente. Deixe as ervas à sombra em local seco e arejado. Todos os dias, revolva as folhas. O processo leva entre 10 e 15 dias em condições climáticas ideais (dias chuvosos e húmidos não são ideais para secagem de plantas). Ainda que a aparência das ervas indiquem que já estão secas, não embale antes do décimo. A planta ainda pode conter umidade o que irá causar a proliferação de fungos. Neste caso, deverão ser descartadas.

Após a secagem, triture todas as ervas com as mãos, misture em proporções iguais e guarde em recipiente de vidro ou plástico, bem seco e tampado.

Receitas e Naturais em seu email