Dicas Naturais, Remédios Caseiros

Receita Natural

Receita Natural

Plantas e Ervas ajudando em sua Saúde

Pesquisar

Chá para o tratamento da sarna

A sarna é uma doença provocada por ácaros, aqueles pequenos bichinhos microscópicos que estão por toda a parte, além de ser o terror das pessoas alérgicas, também podem causar a sarna. Em seres humanos, é conhecida pelo nome de escabiose e assim como nos animais provoca coceira intensa, vermelhidão e feridas!

A sarna humana é uma doença de pele, chamada escabiose; o causador é o ácaro Sarcoptes Scabiei e como eu falei no início desse artigo, causa vermelhidão e coceira intensa. Ela pode ser transmitida entre pessoas, geralmente seus familiares com quem você obviamente tem mais intimidade. Sendo assim, a sarna humana é transmitida de maneira rápida e fácil. E tudo isso devido ao compartilhamento de lençóis, roupas, cobertores, edredons, meias, toalhas e por aí vai.

Já na sarna animal, a fêmea desse ácaro, deposita os ovos bem na superfície da pele, o que facilita muito o seu contágio; eles se alimentam e se desenvolvem ali mesmo.

A sarna se desenvolve em três tipos distintos:

  • A sarna sarcótica ou escabiose: Pode tomar conta de todo corpo do animal provocando coceira intensa, com crostas parecendo cascas grossas e essa é transmissível para humanos.
  • A sarna Otodécica: Ela acomete somente os ouvidos, ataca somente cães e gatos, provocando sérias inflamações.
  • A sarna demodécica ou sarna negra: É uma doença que passa de mãe para filho, já nos primeiros contatos com a mãe infectada, o filho já contrai a sarna. Também pode ter a sorte de não se manifestar, mas do contrário, sempre vai ter feridas e perda de pelo durante toda a vida; e diferente das outras, não causa coceira.

Chá de Bardana

bardana

A bardana pode auxiliar no tratamento da sarna

Para auxiliar à tratar os sintomas da sarna, a bardana pode ser uma excelente aliada.

Você vai precisar de:

  • Vinte gramas de bardana
  • Um litro de água

Modo de Preparo: Ferva a bardana por três minutos na água. Após a fervura, desligue o fogo e deixe de molho por mais ou menos uma hora e meia, após isso, coe. Beba várias vezes durante o dia.

Com o chá você pode utilizar para beber ou lavar a pele com a agua da bardana. Pode também fazer isso em seu animalzinho de estimação. Para nossos pets, ela funciona como um depurativo natural, limpando o sangue, melhora a digestão. O chá da planta pode ser administrado para gatos e cachorros, claro que com moderação.

Efeitos colaterais

As folhas da bardana podem causar intoxicação por conter onopordopicrina, uma substância que age no sistema respiratório provocando, insuficiência. Ela também pode aumentar a frequência urinária e aumentar a taxa de glicose no sangue de pessoas diabéticas. Algumas pessoas tem irritação na pele e nos olhos e em casos mais graves de alergia, além de dificuldade respiratória como citado logo acima, também provoca convulsões.

Também é contra indicada para crianças, grávidas e com diarreia pois seu uso acelera o trânsito normal do intestino.

Vai aqui o alerta: tem que ter moderação no consumo desse chá para o tratamento da sarna, tanto como outras doenças combatidas pela bardana.

O que é bardana?

A bardana ou Arctium Lappa é uma planta medicinal também conhecida como bardana-maior, erva-dos-pegamassos, pega-moço ou orelha de gigante. Ela veio do continente Europeu e se adaptou bem ao clima do Brasil. Na idade média, os gregos e os chineses utilizavam a bardana para cura de diversas enfermidades.

Possui ação anti bacteriana, anti fungicida, adstringente, anti inflamatória, antisséptica, é calmante, cicatrizante e depurativa. Além da sarna, ela trata herpes, seborreia, eczema; é boa no trato de cálculos renais, reumatismo, gota, afecções gástricas, hepáticas e biliares e belenorragia.

Sei que estamos tratando aqui do caso de sarna, mais por estarmos falando de uma super planta, não podia deixar de comentar seus muitos benefícios! A bardana além de ser ótima para nós, os bichinhos também podem se beneficiar dele com o seu chá para tratamento da sarna.

Como a bardana se adaptou bem ao clima do nosso país, não haverá dificuldade e cultivar. Você pode plantar a sementes diretamente no solo ou conseguir mudas prontas em lojas de jardinagem, apesar dela se desenvolver melhor quando cultivada à partir de sementes.

Após a germinação da planta, em 10 semanas aproximadamente, você já pode tirar as raízes. O bom é que você pode deixar as raízes na terra para utilizar somente quando precisar. Mas não deixe passar mais de 1 ano pois ficaram velhas e perderão a sua eficiência e sabor se for utilizada para alimento.

A raiz da barbana tem um sabor muito agradável e sua textura é muito suave. É riquíssima em cálcio, fósforo, ferro, vitamina A, vitamina B1, riboflavina, niacina, fibras, glicídios e proteínas. Você pode utilizar a bardana em tortas, em sopas e saladas.

Receitas e benefícios relacionados

Receitas e Naturais em seu email