Dicas Naturais, Remédios Caseiros

Receita Natural

Receita Natural

Plantas e Ervas ajudando em sua Saúde

Pesquisar

Conheça Receitas de Chás para Vertigem

A vertigem é uma tontura em que o corpo perde o equilíbrio, causando uma sensação de que o ambiente a sua volta está rodando. Geralmente, este episódio vem acompanhado de náuseas, vômito, suor e palidez e, em alguns casos, ocorre zumbido ou diminuição rápida e progressiva da audição.

Alguns sintomas prévios da vertigem são cãibras, sensação de frio pelo corpo, rigidez na nuca e formigamentos. Sem o tratamento adequado, estes sintomas se tornam crônicos, o que causa um incômodo a muitas pessoas. As causas mais comuns de vertigem são o desgaste, ansiedade e má postura, que interferem nas vértebras cervicais.

Para a sensação de vertigem que por vezes temos, existem soluções naturais que podem substituir os remédios ou auxiliar no tratamento. O método mais comum de tratamento são os chás, que podem amenizar os sintomas de forma significativa. Veja abaixo algumas receitas:

Chás para vertigem

Chá de Alfavaca

A alfavaca é uma variedade brasileira do manjericão, Ocimum basilicum, vindo da índia. Os caules e as folhas da alfavaca podem ser utilizados para fazer xaropes, óleos, chás e outros produtos, muito utilizados na medicina natural.

Esta planta faz parte da lista determinada pelo SUS (Sistema Único de Saúde) das plantas medicinais, pois esta em específico produz o ácido rosmarínico, o que ocasiona propriedades adstringente, digestiva, antioxidante, anti-inflamatória, antiviral, carminativa, antibacteriana e cicatrizantes. Assim, ela pode tratar tantos problemas digestivos, imunológicos, quando o estresse.

O manjericão é excelente para problemas de vertigem

Por isso, o chá desta planta é muito eficaz no tratamento contra a vertigem. É importante lembrar que o chá de alfavaca não deve ser utilizado em bebês sem a indicação e orientação médica, pois eles são muito sensíveis e o chá, em quantidade indevida, pode causar intoxicação. Para fazer o chá, irá precisar de:

  • Uma colher de folhas secas de alfavaca (manjericão)
  • Uma xícara de chá de água

Modo de preparo: Ferva a água e quando esta estiver a ponto de ebulir, desligue o fogo e acrescente a alfavaca. Deixe descansar por dez minutos. Reserve o chá, e sempre que tiver vertigens e/ou ânsia de vômitos, beba. Pode-se também estabelecer um tratamento contínuo, o ingerindo 2 vezes ao dia.

Ginko biloba

Esta planta é tão milenar que já existia no tempo dos dinossauros, e também é conhecida historicamente por ter sido o primeiro vegetal brotar depois que houve e explosão das bombas em Hiroshima, no Japão. Comprovadamente, esta planta alivia as tonturas, reduz o zumbido no ouvido, diminui dores e ativa a memória. Ademais, ainda há estudos que estão descobrindo mais acerca de como a Ginko se comporta com tumores, os atacando.

A Ginko Biloba tem a propriedade de dilatar os vasos sanguíneos e tornar o sangue menos espesso, de modo que ele flua com mais facilidade e melhore a circulação. Assim, o labirinto, estrutura do ouvido, da qual iremos falar mais para frente, passa a receber mais irrigação e se torna mais oxigenado. O fluxo rápido e constante de sangue faz também com que o cérebro se desperte e se torne mais ativo. Para realizarmos esse chá que irá nos ajudar no combate a vertigem, iremos precisar dos seguintes ingredientes:

  • 05 Folhas secas de ginko biloba ou 01 colher da planta em pó
  • 01 Xícara de água fervente

Modo de preparo: Coloque a ginko biloba na água fervente, tampe e deixe descansando por 10 minutos. Coe e tome 4 x ao dia.

Contra-indicações: A ginko biloba não pode ser consumida por mulheres grávidas, pessoas hemofílicas. Para quem for fazer cirurgia, deve-se interromper o consumo de ginko biloba 2 dias antes do procedimento, pois a planta pode provocar sangramento se não parar de consumi-la. Pessoas que tomam aspirina, heparina e varfarina, medicamentos que afinam o sangue, também devem evitar a Ginko Biloba.

Chá de Gengibre

O gengibre, da família Zingiberaceae, é originário da Ilha de Java, arredores de China e Índia. O uso de sua raiz melhora o funcionamento dos sistemas digestivo, circulatório e respiratório. É um ótimo remédio natural para tonturas e enjôos, principalmente em caso de algum alimento que não fez bem. Por isso, será muito útil no tratamento contra a vertigem, e para confeccionar o chá, os ingredientes são:

  • Pedaços de gengibre que totalizem 15 gramas
  • 01 Xícara de chá de água

Modo de preparo: Corte o gengibre em pedaços bem pequenos ou também tem a opção de ralar. Ferva a água e na sequência, acrescente o gengibre. Tampe e deixe fervendo por mais 10 minutos. Depois coe e beba. O ideal é tomar 4 xícaras ao dia.

Contra-indicações: O gengibre não pode ser consumido por pessoas alérgicas que tomam medicamentos anticoagulantes como por exemplo, varfarina, pois o gengibre pode causar hemorragia nesses casos. Pessoas com pressão alta e tomam medicamento para equilibrar a mesma também não podem consumir o gengibre; mulheres grávidas devem consumir com muita moderação, as raspas de gengibre podem aliviar enjôos provenientes da gestação.

Geralmente a vertigem é proveniente de doenças relacionadas à problemas do ouvido, chamada de labirintites, que provêm de complicações no líquido que circula no labirinto. Existem também a doença de vertigem posicional paroxística benigna (VPPB), neurite vestibular, doença de Meniere.

Intoxicação com remédios também podem ocasionar vertigens, AVC, enxaqueca e também tumor cerebral. Outras doenças que podem ocasionar vertigem são problemas cardiovasculares, queda de pressão ou arritmias, alterações de visão ou problemas ortopédicos ou causas psicológicas.

Receitas e benefícios relacionados

Receitas e Naturais em seu email