Dicas Naturais, Remédios Caseiros

Receita Natural

Receita Natural

Plantas e Ervas ajudando em sua Saúde

Pesquisar

Chá para Pressão Alta

Quem sofre de pressão alta corre o risco de ter um diagnóstico repentino. É que ela pode aparecer sem apresentar nenhum sintoma e gerar espanto aos que se descobrem como portadores dessa disfunção.

Entretanto, a negligência, também pode dificultar um diagnóstico prévio, porque mesmo quando os sintomas aparecem, eles ainda são confundidos e resultam, em um tratamento equivocado.

Vem aquela dor de cabeça, na nuca e ou um enjoo e pronto – já começam as suspeitas de que se trata de uma má digestão ou algo semelhante, mas dificilmente associamos esses sintomas as oscilações de pressão.

A demora na busca por um médico resulta no agravamento dos sintomas. É quando se resolve marcar uma consulta para checar pequenos pontos de sangue nos olhos, visão os zumbidos no ouvido. O problema é que quando chega-se a esse ponto, pode ser que a pressão já apresente variações mais intensas e resulte na sonolência, por exemplo, na tentativa equilibrar as demais funções do organismo.

O chá de erva-cidreira, e as folhas de maracujá, por exemplo, possui propriedades medicinais, que auxiliam no tratamento de quem sofre com problemas de hipertensão. As folhas frescas da cidreira associadas as folhas de maracujá são uma alternativa que prometem um chá capaz de reduzir a pressão alta.

Chá para Pressão Alta

Erva Cidreira

Erva Cidreira

Ingredientes:

  • uma colher de chá de folhas frescas de erva cidreira
  • uma colher de chá de folhas frescas de maracujá
  • duas xícaras de chá de água

Modo de Preparo:  Ferva a água em um recipiente e em seguida acrescente as folhas. Desligue o fogo e espere amornar. Em seguida, coe e está pronto para ser ingerido.

Posologia: Beba uma xícara deste chá para hipertensão três vezes ao dia.

Cuidados: A bebida não é recomendada para gestantes. Pessoas com pressão baixa, também devem evitar o consumo.

Quais os sintomas da Pressão Alta?

O fato é que o aumento da pressão está relacionado a outras funções do corpo. Devido ao mal funcionamento dos rins e a dificuldade de excretar o excesso de sal do organismo e os líquidos ingeridos, que o próprio corpo, devolve ao organismo impurezas que resultam no aumento da pressão arterial.

A quantidade de sangue que chega aos rins é a mesma, porém, sua capacidade de filtra-lo está comprometida. Sendo assim, as veias se tornam mais espessas por armazenarem, em si, as impurezas presentes no sangue e não metabolizadas pelo organismo.

O resultado disso, são veias comprometidas e duas formas de reação corpo que assusta quem sofre de pressão alta.

Uma é a possibilidade de que a pessoa se torne hipertensa e tenha que utilizar medicamentos para controlar o pressão arterial. Outra é de que o aumento da pressão resulte em um Acidente Vascular Cerebral (AVC), em função da obstrução das veias, provocados por resíduos não metabolizados pelo organismo.

Até que haja uma obstrução coerente com um AVC um paciente apresenta sintomas, como: dores de cabeça, na nuca, palpitações cardíacas em dificuldade para respirar. Portanto, é quase uma conversa com um corpo pedindo por uma consulta a um cardiologista.

A simples mensuração da pressão, indica os índices que servem de referência para o tratamento da hipertensão. Além do exame de sangue de rotina, que mede as taxas de colesterol e alertam para alguma anormalidade no metabolismo do organismo humano.

Entre tantos sintomas, difícil é encontrar razão para não se cuidar. Além disso, é importante ter rotina para um constante check-up, já que existe a possibilidade da hipertensão se manifestar de maneira assintomática.

A consulta a um profissional é imprescindível para em qualquer tipo de diagnóstico. Entretanto, a medicina natural, atua como uma ferramenta eficaz, no alívio de alguns sintomas.

Mais Receitas e Dicas Naturais

Receitas e Naturais em seu email