Dicas Naturais, Remédios Caseiros

Receita Natural

Receita Natural

Plantas e Ervas ajudando em sua Saúde

Pesquisar

Chá Para Dor Reumática

Popularmente, a palavra reumatismo é mais usada para se referir às doenças que atacam as cartilagens e articulações, como é o caso da atrite reumatoide e da artrose. Nessas enfermidades, os principais sintomas são dores nas articulações, deformações dos membros e dificuldade motora. A medicina não oferece uma cura definitiva para esses problemas, que normalmente acometem pessoas com mais de 50 anos. No entanto, o uso de analgésicos e anti-inflamatórios pode aliviar os sintomas.

A receita de chá que ensinaremos a seguir atua tanto no combate à dor quanto no tratamento da inflamação. Por isso, pacientes que sentem dores reumáticas costumam apresentar bons resultados fazendo uso da infusão caseira. O segredo está na combinação das ervas.

Receita

Ingredientes:

  • 1 colher (chá) de alecrim
  • 1 colher (chá) de chapéu-de-couro
  • 1 colher (chá) de garra do diabo
  • 1 colher (chá) de salsaparrilha
  • 1 litro de água

Modo de Preparo:

Coloque a água e todas as ervas em uma panela e leve ao fogo. Quando a água começar o borbulhar, desligue e tampe. Mantenha abafado por 10 minutos, coe e tome ao longo do dia. Tome o chá morno ou frio de 3 a 4 vezes por dia para aliviar as dores.

Saiba quais são as propriedades da salsaparrilha

A salsaparrilha é uma planta, que compõe o chá, e é muito eficaz no tratamento de inflamações e reumatismos.

Benefícios e outros tratamentos

O reumatismo, como mencionamos, se refere a um conjunto de doenças que afetam as articulações, músculos e ossos, causando dores e restrição nas movimentação. São mais de 130 doenças, mas algumas ocorrem com mais frequência nos indivíduos, como artrose, artrite reumatoide, lúpus, gota, osteoporose, tendinite, bursite e fibromialgia.

Apesar do que muitos pensam, o reumatismo não ocorre apenas em idosos, mas também em pessoas mais jovens. Temos como exemplo o reumatoide juvenil, que causa dores nas articulações de pessoas mais novas. Ainda, o público mais afetado pelas doenças reumáticas são as mulheres que possuem entre  25 e 45 anos.

Os sintomas do reumatismo são dores constantes e duradouras, vermelhidão, calor, inchaço nas articulações, dificuldade de movimentação, dores ao esticar os membros e elevar os ombros. Como o reumatismo não possui cura, é preciso inibir que os sintomas se desenvolvam, utilizando anti-inflamatórios, cortisonas e os moduladores da inflamação. Eles medicamentos impedem as inflamações, diminuindo as dores.

Porém, estes medicamentos não são totalmente eficazes o caso das  doenças reumatológicas autoimunes. Nestas situações, são utilizados os imunossupressores, que tratam as inflamações.

Outros métodos de tratamentos que podem ser utilizados nas doenças reumatológicas são as massagens, acupunturas e também os naturais. Os tratamentos naturais podem ser feitos por meio de chás, como que citamos, óleos e compressas.

O chá cuja receita demos acima contém alecrim. Esta planta, originada no Mediterrâneo, possui ação expectorante, antioxidante e anti-inflamatória. Ademais, a vitamina A, presente no alecrim, também previne infecções. Já a vitamina C aumenta a imunidade, a resistência dos ossos, tem ação antioxidante e previne derrames.

Outro ingrediente, o chapéu-de-couro, que também pode ser chamado de chá-de-campanha, chá-do-brejo, chá-mireiro, congonha-do-brejo, erva-do-brejo, dentre outros nomes. Esta planta possui diversas propriedades medicinais, como a anti-inflamatória, antirreumática, adstringente, depurativa, diurética, antiartrítica, energética, dentre outras. Por isso, pode ser usada para tratar inflamações da garganta, artrose, artrite, infecções na pele, problemas de estômago e rins.

A garra do diabo, apesar de ser uma erva mais desconhecida, é uma das mais eficientes, no que se trata de reumatismos e tratamento de doenças degenerativas locomotoras. Ela é anti-inflamatória, antirreumática e analgésica, pois além de tratar os reumatismos, como artrose e artrite, ela também diminui as dores.

Porém, a garra do diabo possui contraindicações, que devem ser conhecidas para que não seja consumida erroneamente. Esta planta não deve ser consumida por pessoas que tenham úlceras estomacais, cálculos biliares, obstrução das vias biliares, gastrite, hipersensibilidade, etc.

O outro ingrediente do nosso chá é a salsaparrilha, cujo nome científico é Smilax aspera. Ela é uma trepadeira, que possui raízes grossas e flores brancas. Suas ações anti-inflamatórias, diuréticas e depurativas são usadas para tratar reumatismo, como a artrite e também a gota.

 

Receitas e Naturais em seu email