Dicas Naturais, Remédios Caseiros

Receita Natural

Receita Natural

Plantas e Ervas ajudando em sua Saúde

Pesquisar

Chá de Verônica – Benefícios e Usos

A verônica, de nome científico Veronica Officinalis, é uma planta herbácea, mais comum em lugares frios, que possui pequenas flores de cor azulada. Ela é bastante usada para fins medicinais, tanto na forma de chá, quanto em compressas. Apesar de ser natural da Europa, foi difundida em diversos outros países, como os da América do Norte.

À erva são atribuídas diversas propriedades: adstringente, diurética, tonificante, aperitiva, digestiva, expectorante, depurativa e béquica. Por essa razão, ela é indicada para o tratamento de má digestão, enxaqueca causada por problemas digestivos e falta de apetite, além de eczemas e coceira na pele. Aprenda a preparar o chá de verônica, que pode ser usado para todos esses fins.

Receita de Chá de Verônica

Ingredientes:

  • 30 a 40g de folhas de verônica
  • 1 litro de água

Modo de Preparo:

Primeiramente, ferva água. Depois despeje a água fervente sobre as folhas, abafe e mantenha em infusão por pelo menos 10 minutos. O chá deve ser tomado de 3 a 4 xícaras do chá ao longo do dia, entre as principais refeições. Caso o chá seja utilizado em compressas, deve-se mergulhar um pano limpo no chá morno, e depois, aplica-los diretamente sobre a pele.

Conheça os diversos usos do chá de Verônica

Conheça as propriedades e como ela pode ser utilizada

Benefícios

Como mencionado, a Verônica é uma planta que é originada da Europa, especificamente de locais mais frios. Após suas propriedades medicinais serem descobertas, a Verônica começou a ser amplamente cultivada na Hungria. A Veronica officinalis L possui um sabor amargo, e pequenas flores azuladas.

A planta possui diversas propriedades medicinais, e por isso pode ser utilizada em diversas situações. As substâncias e princípios ativos da Verônica são acubina, catalpolicos, taninos, saponinos, ácidos orgânicos, acéticos, tartárico, clorogênico, ácidos graxo, flavonoides, dentre outros.

A Verônica é diurética, adstringente, aperitiva, tonificante, expectorante, digestiva, depurativa, sedativa, anti-inflamatória, antimicrobiana, laxante, antialérgica, etc. Ou seja pode ser utilizada nas mais diversas situações, desde problemas respiratórios, com excesso de muco, até prisões de ventre.

A compressa feita com a Verônica é recomendada em casos de alergias. Pode-se fazer o chá e depositá-lo embebido em um pano limpo no local de irritação da pele. Além disso, a Verônica é adstringente, e por isso pode ser usada como compressa também na pele, nas etapas de limpeza e antes da maquiagem.

Ademais, a ingestão do chá pode ser usada nos casos de inflamações, prisão de ventre, problemas digestivos, bronquite, asma, dentre outros. E, esta mesma infusão é utilizada em banhos medicinais, ideais para inflamações no útero.

A Verônica, em forma de chá, possui uma grande quantidade de ferro solúvel, de forma que ele é próprio para combater a anemia ferropriva. Na anemia ferropriva, há a falta do ferro. E, este mineral é necessário à hemoglobina, é responsável pelo transporte de ferro no nosso organismo.

Esta planta ainda reduz o congestionamento das vias nasais, que ocorre devido à problemas respiratórios. Para estas situações é recomendado fazer a infusão com a planta seca, o que irá facilitar ação expectorante.

Ainda, além da ingestão do chá e da compressa, tem-se outras possibilidades para a Verônica. O pó da planta pode ser depositado diretamente sobre uma ferida, para que não aconteça uma inflamação e para facilitar a cicatrização. As folhas amassadas também servem para este propósito, e isto deve ser feito de duas a três vezes ao dia, para obtenção de resultados satisfatórios. Para erupções, feridas e alergias, são comercializadas pomadas à base de Verônica e outras plantas medicinais.

Já o gargarejo com a planta é feito com o líquido mais concentrado, por isso não é indicado que ele seja feito com as medidas utilizadas para o chá citado acima. Pode-se usar uma colher de sopa da Verônica e meia xícara de água, fervidos durante 5 minutos. O gargarejo é uma opção para inflamações na garganta, na mucosa oral e nas gengivas.

É popularmente dito que a Verônica apresenta toxidade para grávidas e seus fetos. Porém, isso não é verdade. Estudos demonstram que na verdade, a planta não apresenta malefícios para grávidas e que o desenvolvimento pré-natal e pós-natal segue sem nenhum distúrbio.

Receitas e Naturais em seu email