Dicas Naturais, Remédios Caseiros

Receita Natural

Receita Natural

Plantas e Ervas ajudando em sua Saúde

Pesquisar

6 dicas naturais para aumentar produção de leite materno

A fase da amamentação é uma fase complexa, importante e delicada, tanto para mãe quanto para o bebê. O Ministério da Saúde recomenda que os bebês sejam alimentados apenas com o leite materno até os seis meses de vida. Isso significa que no primeiro semestre de vida o bebê não precisa de nenhum nutriente que não seja fornecido pelo próprio leite da mãe – nem mesmo água.

O leite materno possui todas as vitaminas, nutrientes e propriedades para garantir o desenvolvimento saudável dos bebês até o sexto mês de vida.

Nesse artigo você entenderá melhor a dicotomia entre o leite materno e o leite em pó recomendado por alguns profissionais da saúde e algumas alternativas naturais de aumentar a produção de leite materno entre as gestantes e as mamães. Boa leitura!

Leite materno versus Leite em pó/Fórmula

Diferente do que muitas culturas pregam, o leite materno não é “fraco” e não é “ruim” para a criança. Infelizmente, alguns médicos pediatras e outros profissionais da saúde recomendam que a alimentação do bebê seja associada a algumas marcas de leite em pó, como Ninho ou Nam.

Hoje sabe-se que essa recomendação pode ser altamente prejudicial para o desenvolvimento infantil e que a mesma costuma ocorrer devido a tratados entre as indústrias alimentícias e os profissionais da saúde e, desse modo, visam o lucro e não o bem-estar materno e infantil.

Leite materno versus Leite em pó

Leite materno versus Leite em pó

O leite da mãe possui nutrientes fundamentais para:

  • Combater infecções
  • Proteger as crianças de vírus e bactérias
  • Estimular o desenvolvimento cerebral infantil

Além disso, o momento da amamentação proporciona a criação de vínculo entre a mãe e o bebê, se tornando assim parte importante do crescimento e desenvolvimento psico-físico-motor da criança.

Leite materno – Como aumentar a produção de forma natural?

Não é raro que após alguns meses a mãe comece a ter a sensação de que o leite começou a secar e ficar escasso. Em alguns casos, a falta de leite pode estar associada a quadros clínicos associados à saúde da mãe. Entretanto, é bem mais comum que a escassez do leite esteja ligada à falta de estímulo.

Algumas dicas naturais podem ajudar a aumentar a produção de leite materno sem o uso de medicamentos. Entretanto, é importante lembrar que a mãe e o bebê precisam ser constantemente acompanhados por um médico, principalmente nessa fase inicial de vida da criança.

Para evitar recomendações pouco confiáveis, busque fazer o acompanhamento com um profissional da saúde sério e comprometido com o bem estar do seu pequeno. Além do médico pediatra, outro profissional altamente qualificado e totalmente preparado para atender a essas demandas são os nutricionistas.

Veja aqui algumas dicas naturais para aumentar a produção do seu leite materno.

Ordenhar o leite

Uma das dicas mais eficientes para aumentar a produção de leite naturalmente é ordenhar o leite do peito da mãe nos momentos entre as mamadas do bebê.

Ordenhar o leite estimula a produção pelo organismo e – para que esse leite não seja desperdiçado – é possível congelá-lo. Reserve o leite no congelador e deixe disponível para que seu bebê possa se alimentar quando você não estiver por perto, por exemplo, durante a madrugada quando for a vez de seu parceiro levantar ou durante o seu horário de trabalho, quando o pequeno estiver sendo cuidado por outra pessoa.

Invista em tempo de descanso

O estresse, situações tensas e o cansaço podem ser as causas da diminuição da quantidade de leite no corpo da mãe.

Apesar da grande demanda dessas fases iniciais da maternidade é fundamental que a mãe consiga tempo para relaxar e descansar.

As mulheres são muito demandadas nesse período e, por esse motivo, sempre que for possível deixar os cuidados do seu bebê com alguém confiável para que você possa descansar, o faça – nem que seja por alguns minutos.

O descanso é fundamental para o equilíbrio do corpo e, consequentemente, para o estabelecimento de suas funções orgânicas, dentre as quais encontra-se a produção do leite materno.

Adequar a “pega” do bebê

Para que o bebê consiga sugar o leite de verdade é preciso que ele abocanhe toda a aréola do seio. Se isso não acontecer, o seu filho vai apenas chupar e isso pode fazer com que a produção do leite materno caia, além de poder gerar problemas nutricionais para o bebê, que não está se alimentando adequadamente.

Por isso, é importante avaliar a posição adequada do momento da amamentação e garantir que o bebê esteja sugando de verdade o leite.

Amamentar em livre demanda

Produção de leite materno - Amamentar em livre demanda

Produção de leite materno – Amamentar em livre demanda

É importante que o momento da amamentação aconteça sempre o que bebê solicita. Quanto mais a mãe amamenta, mais o corpo dela produz leite. Isso porque o organismo se adapta à fome do neném.

Além disso, quando o neném é mais sonolento e não requisita tanto o peito da mãe, é preciso que a mãe ofereça a amamentação mais vezes.

Não há consenso na literatura quanto a quantidade de leite ideal a ser ofertada ao longo do dia. O mais importante é que o bebê receba o leite materno sempre que solicitar e, nos casos em que não solicite com frequência, a mãe e os cuidadores possam ofertar o alimento a ele.

Amamentação durante a noite

É durante a noite que o principal hormônio da produção de leite – a prolactina – é produzido. Por isso, amamentar no período da noite estimula a produção desse hormônio e consequentemente, aumenta a produção do leite.

Hábitos saudáveis

Alguns hábitos podem auxiliar na produção do leite, como:

  • Evitar fumar
  • Beber bastante água
  • Não tomar pílulas anticoncepcionais combinadas
  • Fazer uso de compressas de água morna nos seios

Além disso, é importante desenvolver as refeições baseadas em alimentos ricos em água e energia, como sucos, gelatina e canjica.

Alguns chás também são conhecidos por estimular a produção de leite, como os feitos a base de:

  • Alcaravia
  • Erva-cidreira
  • Verbena

O que achou dessas dicas? Comente com a sua opinião e compartilhe com as gestantes e com as mamães que você conhece.

Mais Receitas e Dicas Naturais

Receitas e Naturais em seu email