Dicas Naturais, Remédios Caseiros

Receita Natural

Receita Natural

Plantas e Ervas ajudando em sua Saúde

Pesquisar

Como Eliminar os Agrotóxicos dos Alimentos?

O uso de agrotóxicos nas plantações representam um grande problema para a saúde dos brasileiros. Segundo um estudo conduzido pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), cerca de 1/3 das frutas e verduras tem mais substâncias tóxicas que o aceito pela legislação do país. Assim, acabamos comprando alimentos acreditando em seus benefícios, mas levamos veneno para as nossas casas.

O problema é muito sério e não se resolve com medidas simples, mas podemos tentar minimizar os efeitos nocivos dos agrotóxicos lavando os alimentos da maneira adequada. Veja as dicas para reduzir a quantidade de substâncias maléfica em frutas e verduras:

Como diminuir os agrotóxicos?

Cada vez mais os brasileiros estão tendo problemas com os agrotóxicos, devido a liberação destes. Estes produtos são utilizados na agricultura, para aumentar e garantir a produtividade, além de evitar doenças e pragas nas plantas. Porém, os agrotóxicos são produtos químicos, e podem causar intoxicação às pessoas que os consomem.

Quando certos alimentos são produzidos com os agrotóxicos, estes produtos ficam em sua composição, e então é ingerido pelo consumidor final. Entretanto, entendendo as questões prejudiciais destes produtos, muitos tentam elimina-los das frutas, verduras e legumes que compram, por meio de certos métodos de higienização. Porém, nem sempre é possível eliminar toda a quantidade de agrotóxico, mas pelo menos parte é retirado.

Saiba como lavar os alimentos e tirar os agrotóxicos

Para diminuir a quantidade de agrotóxicos nos alimentos é recomendado realizar uma lavagem ou deixar de molho com bicarbonato e iodo.

Os dois itens que estão entre os campeões de contaminação são os pimentões e os morangos. Uma boa maneira de diminuir a quantidade de substâncias tóxicas nestes dois alimentos é a limpeza da casca, mesmo que parte dos produtos químicos estejam também entre na polpa. A dica é colocar os pimentões e morangos de molho, em uma mistura com 1 litro de água e 1 colher de sopa de bicarbonato, por 30 minutos.

Alguns outros alimentos que são consumidos com casca, como as uvas, também podem passar por esta lavagem. A mistura de água e bicarbonato diminui a quantidade de agrotóxicos, mas não elimina completamente.

No caso do pepino e da maçã, mais uma vez a grande concentração de substâncias nocivas está na casca. O pior é que quanto mais bonita e brilhante for a casca, maiores são as quantidades de toxinas. O ideal é remover a casca antes de consumir ou lavar bem os alimentos com água corrente, uma escovinha ou esponja e detergente neutro. Depois disso, eles também pode ser imersos na solução de água e bicarbonato.

Outra mistura que pode ser utilizada é de iodo 2%, na proporção de 5 ml em 1 litro de água, bicarbonato, sendo 1 colher de sopa para 1 litro de água, ou vinagre, 1 parte para 2 de água.

No caso das verduras de folha, como alface e repolho, não existe uma casca para ser removida. Por isso, o truque é tirar as primeiras camadas de folhagem (o mesmo vale para a cebola). Feito isso, lave bem em água corrente por aproximadamente 3 minutos  e use a mistura de bicarbonato por 30 minutos. Lave tudo novamente e consuma depois. Com esse passo a passo, quase toda as toxinas são removidas.

O segredo para fugir dos agrotóxicos contidos no tomate é escolher os mais maduros. Aqueles que ainda estão um pouco verdes foram colhidos antes do tempo e, por isso, possuem maior quantidade de tóxicos. A solução de bicarbonato também pode ser usada.

É importante lembrar que o bicarbonato não pode ser ingerido. Então, todos esses alimentos precisam ser muito bem lavados depois de ficarem de molho na solução sugerida.

Quais são os alimentos com menos ou sem agrotóxicos?

Uma boa forma de fugir dos agrotóxicos é escolher os produtos que contém menores quantidades destes produtos. Isso é possível selecionando os alimentos mais resistentes, nos quais não são utilizados muitos agrotóxicos para garantirem o seu crescimento. Temos como exemplo a cebola, manga, abacate, milho, batata, batata-doce e papaia.

Ainda, mesmo que os produtos orgânicos sejam mais custosos, tente optar por estes. Ou, pelo menos, compre os alimentos que comumente possuem mais agrotóxicos dos produtores orgânicos, equilibrando os seus custos. São estes pimentão, morango, alface, tomate, espinafre, couve e pêssego.

Uma boa opção é, em vez de comprar as frutas, legumes e verduras nos supermercados, adquiri-las em feiras livres ou comércios menores. Ademais, dê preferências para os que possuem aparência mais natural. Outra opção é ter sua própria horta em casa, pois assim terá a certeza de que os alimentos são completamente naturais.

Receitas e Naturais em seu email