Dicas Naturais, Remédios Caseiros

Receita Natural

Receita Natural

Plantas e Ervas ajudando em sua Saúde

Pesquisar

Chá de Salgueiro para Dor e Febre

O Salgueiro é uma planta de diversas espécies, originárias da Ásia, América do Norte, Europa, dentre outros locais. Suas espéciees mais famosas são a Salix alba, a Salix nigra, a Salix fragilis e  a Salix Purpurea. Porém, para esta receita iremos tratar da Salix Alba. A palavra alba vem do latim albus, que significa “muito branco”. Ou seja, este é o salgueiro branco.

Utilizaremos o Salgueiro-branco, para esta receita recomendada pela ANVISA. Ela é eficaz em casos de dores de cabeça, na lombar, advindas de osteoporose, tendinites, artrites, dentre outros motivos. A casca do Salgueiro é utilizada desde a época de Hipócrates, “o pai da medicina”. Confira a receita abaixo.

Receita de Chá de Salgueiro

Ingredientes

  • 3 g (uma colher de sopa) com cascas do caule do Salgueiro-branco
  • 150 mL (uma xícara de chá) de água

Modo de Preparo: Em primeiro lugar, ferva a água e, então, desligue o fogo. Logo em seguida, acrescente as cascas do Salgueiro e deixe o recipiente abafado por alguns minutos. Utilize uma xícara do chá da casca do salgueiro de duas a três vezes ao longo do dia. Pode-se também fazer compressas com o chá e aplicar nos locais de dor.

Cuidados: Não utilize juntamente com maracujá e noz moscada. Usar cautela ao utilizar em conjunto com anticoagulantes, corticoides e anti-inflamatórios não esteroidais.

Salgueiro Branco

Salgueiro Branco

Benefícios do Salgueiro

Como dito, o Salgueiro é utilizado na medicina desde V a. C, quando Hipócrates extraía pó da casca da planta para realizar tratamentos. É um vegetal comum das zonas temperadas, pois necessita de tempo úmido, mas pode também ser encontrado em locais com temperaturas mais amenas na América do Norte.

É uma árvore caducifólia que chega a até 30 metros de altura. Sua folhas são longas, finas e com uma aparência acetinada. No caso do Salgueiro-branco, as folhas são mais esbranquiçadas, apesar de ainda possuírem a tonalidade verde.

O Salgueiro possui propriedade analgésica devido ao ácido salicílico, que origina o ácido acetilsalicílico, conhecido como aspirina. Ou seja, um dos remédios mais famosos no que se trata de tratamento de dores contém um composto semelhante ao do Salgueiro.

Assim, o Salgueiro atua no alívio de dores, reduzindo-as nos casos de inflamações, como reumatismo e artrite. Suas propriedades aliviam as inflamações e proporcionam ao indivíduo mais mobilidade nas articulações.

Ademais, a planta também trata dores e outros desconfortos advindos de dores de cabeça, gripes e prisão de ventre. Ele é um tônico digestivo, que estimula a atividade do sistema digestório.

O Salgueiro sempre foi utilizado para que os pacientes, desde muito tempo atrás, se sentissem mais calmos e dormissem durante os procedimentos. Por isso, ele também é receitado para indivíduos com dificuldade para adormecer, ansiosos ou que estão enfrentando algum problema. Isso porque a infusão das flores do salgueiro é um fitoterápico para relaxar o corpo.

Além disso, o Salgueiro é antipirético, pois ajuda na redução de febres, devido às infecções bacterianas e virais. A planta é adstringente, anafrodisíaco, antibacteriano, vermífugo, antiflogística, analgésica, sudorífera, antisséptica, antirreumática e anti-agregante.

Segundo a monografia do Ministério da Saúde, que você pode acessar clicando aqui,

“No momento, há um único fitoterápico presente no mercado nacional contendo Salix alba, que possui a associação de três espécies vegetais: Passiflora incarnata, Salix alba e Crataegus oxyacantha. O medicamento é utilizado a fim de diminuir sintomas de ansiedade e insônia, principalmente devido às propriedades sedativas, antiespasmódicas e ansiolíticas da Passiflora incarnata. O fitoterápico é apresentado na forma de comprimidos revestidos e cada comprimido contém em sua composição 100 mg de extrato seco de Salix alba, 30 mg de extrato seco de Crataegus oxyacantha e 100 mg Passiflora incarnata .

No mercado europeu, especialmente na Polônia, há outros fitoterápicos contendo a espécie vegetal, como o Rutinosal®, também comercializado na forma de comprimidos com associação de 300 mg de Salix, 20 mg de Rutosidum de 40 mg de vitamina C; e o Salicortex®, comprimidos com 330 mg da Salix. Os medicamentos são indicados, respectivamente, para resfriados e dores de cabeça.”

Em 2015 a ANVISA publicou a RDC nº 26, que regulamentou Medicamentos Fitoterápicos e também Produtos Tradicionais Fitoterápicos. Também foi publicada a Instrução Normativa nº 2, de 13 de maio de 2014 (IN 2/2014), que expôs a “Lista de medicamentos fitoterápicos de registro simplificado” e a “Lista de produtos tradicionais fitoterápicos de registro simplificado. Na primeira lista, encontra-se a espécie Salix Alba. 

Receitas e benefícios relacionados

Receitas e Naturais em seu email