Dicas Naturais, Remédios Caseiros

Receita Natural

Receita Natural

Plantas e Ervas ajudando em sua Saúde

Pesquisar

Propriedades Medicinais: Calmante, Carminativa, Diurética, Emenagoga e Emoliente

Assunto recorrente aqui no blog, já abordamos por diversas vezes os efeitos medicinais de inúmeras ervas e substâncias responsáveis por ações adstringentes, antissépticas, estimuladoras de apetite, béquicas, entre outras. Se você tem interesse em conhecer essas e outras substâncias medicinais, não deixe de conferir nosso post sobre o tema.

Ainda nessa temática, no post de hoje você irá conhecer os principais efeitos e aplicações de substâncias calmantes, carminativas, diuréticas, emagogas e emolientes. Saiba quando e como usar cada uma dessas opções e as principais precauções relacionadas ao seu uso.

Calmantes

Uma das ações mais conhecidas entre as que apresentaremos aqui, as plantas calmantes, como o próprio nome indica, são aquelas que atuam reduzindo a excitação nervosa. Muito conhecidas como sedativos, seu uso mais comum é no tratamento de enfermidades ligadas a ansiedade, insônia e estresse.

Por acalmar e diminuir a atividade nervosa, essas plantas ajudam no relaxamento muscular e acabam auxiliando no descanso necessário a cada indivíduo. Entre as plantas que apresentam esses efeitos calmantes estão o alface, as folhas do maracujá e receitas como os chás de camomila, erva-cidreira e capim-limão.

Carminativas

As chamadas ervas carminativas possuem ações que ajudam diretamente na eliminação e tratamento de problemas com acúmulo de gases estomacais e intestinais. O uso dessa plantas auxiliam o organismo a expulsar esses gases do tubo digestivo, com isso o efeito de alivio dos incômodos causados representa um ganho significativo para a qualidade de vida da pessoa.

Funcho

Funcho: erva com propriedade carminativa

Diversas plantas apresentam essa capacidade de ação no organismo, entre elas, as mais populares são a hortelã-pimenta e o funcho. Para conhecer mais sobre o efeito do uso dessas ervas não deixe de conferir os post que temos tratando exclusivamente de cada uma delas.

Diuréticas

Outra propriedade muito comum e muito mencionada aqui no blog são as plantas com função diurética. Apesar do nome mais complicado, o termo se refere às plantas que possuem a capacidade de estimular a produção de urina pelo organismo. Com isso é mais fácil eliminar substâncias tóxicas. preservando a saúde dos rins.

São esses órgãos os responsáveis por filtrar as impurezas do sangue e eliminar esses resíduos através da urina, por isso, com o uso das ervas diuréticas existe uma tendência de melhora no funcionamento dos rins, promovendo uma purificação do sangue mais eficaz e ajudando no tratamento da retenção de líquidos.

Entre as substâncias capazes de promover esse efeito estão plantas como a cavalinha, quebra-pedra e chapéu de couro. Não deixe de conhecer cada uma delas.

Emenagogas

O termo se refere às substâncias que atuam nas taxas hormonais da mulher, provocando alterações no fluxo ou ciclo menstrual feminino. Por isso, o uso dessas ervas são indicadas para mulheres com problemas hormonais que resultem em ciclos menstruais desregulados ou em menstruações muito atrasadas.

Alguns exemplos de plantas que podem ser utilizadas na produção de chás para esses fins são a salva, a arruda e a artemísia. Mas atenção, esse tipo de tratamento pode interferir muito nas taxas hormonais da mulher e não deve ser adotado sem antes consultar um médico ou especialista.

Emolientes

As chamadas ervas emolientes possuem uma ação calmante para a pele e outros tecidos que estejam inflamados ou irritados. Por esse motivo, são aconselhadas para tratar casos de abscessos, úlceras e outras inflamações. A malva e a linhaça são alguns exemplos de plantas com ações emolientes e que são facilmente encontradas no mercado.

Não deixe de conhecer mais sobre as plantas que apresentam as ações mostradas aqui e lembre-se, antes de começar um tratamento com uso de métodos naturais procure um médico e pesquise sobre o assunto. É de suma importância conhecer cada alimento que será inserido na sua dieta e saber quais são seus efeitos colaterais e contraindicações.

Receitas e Naturais em seu email