Dicas Naturais, Remédios Caseiros

Receita Natural

Receita Natural

Plantas e Ervas ajudando em sua Saúde

Pesquisar

Insulina Vegetal – Propriedades Medicinais

O assunto de hoje é a planta conhecida como insulina vegetal (Cissus sicyoides L). Segundo a medicina popular, a insulina vegetal serve para auxiliar na redução dos níveis de glicose. A insulina é uma substância produzida pelo pâncreas que regula a glicemia. Por isso, quando há algum problema na produção da insulina, a quantidade de açúcar fica desregulada, causando o diabetes. Será que a insulina vegetal também tem essa função em nosso organismo?

Insulina Vegetal

Insulina Vegetal

Nomes Populares:

  • Anil-trepador
  • Cipó-da-china,
  • Cortina-japonesa
  • Diabetil
  • Uva-brava
  • Uva-do-mato

Propriedades

A insulina vegetal é conhecida por ajudar no tratamento do diabetes, além de de ser usada para outros problemas como:

  • Reumatismo
  • Abcessos
  • Má circulação
  • Inflamações

Cuidados

É importante destacar que os estudos científicos não são conclusivos em relação aos benefícios da insulina vegetal para quem sofre com o diabetes. Pesquisas realizadas por diferentes instituições brasileiras chegaram a resultados conflitantes.O estudo conduzido pelo pesquisador Flávio Beltrane, na Universidade Federal de Maringá, testou o extrato da planta em ratos com diabetes e não observou qualquer redução nos níveis de glicemia. Outro grupo de pesquisadores investigou a ação da planta medicinal em pessoas com pré-diabetes e diabetes. Nesse caso, conclui-se que os pacientes com pré-diabetes tiveram uma pequena redução da glicose.

Assim, outras pesquisas ainda precisam ser realizadas para confirmar as propriedades e benefícios do uso da insulina vegetal para humanos. Consulte o seu médico antes de utilizar a planta como tratamento auxiliar, seja em cápsulas ou chá.

Alguns sites indicam onde comprar a insulina vegetal, mas como não se trata de algo devidamente comprovado, não iremos fazer esta indicação.

Informações Adicionais

Existem pelos menos três tipos de diabetes: a Diabetes Mellitus tipo I e tipo II e a diabetes gestacional.

Para entender mais sobre a diabetes, é preciso entender um pouco mais sobre o pâncreas, a insulina e a glicose.

A glicose é um tipo de açúcar (carboidrato) que é a fonte de energia do corpo, sem ela o corpo não funciona. O nível de glicose no sangue (taxa de glicemia) não deve ultrapassar 99mg/mL. Quem controla a quantidade de glicose no sangue é o pâncreas, pois ele fabrica  a insulina que tem por função metabolizar a glicose.

Se o pâncreas para de produzir a insulina natural do corpo, a glicose aumenta, e a pessoa pode ter diabetes, triglicérides alto e aumento de gordura e obesidade. Além da pessoa não ter energia que é produzida pela quebra da glicose.

O diabetes tipo I é justamente isso, a falta de insulina produzida pelo pâncreas, por isso, as pessoas com este tipo de diabetes são chamadas de insulinodependentes, pois tem que tomar insulina artificial através de aplicação em injeção.

Já as pessoas que tem a diabetes tipo II tem a insulina produzida pelo próprio organismo, porém, as células tornam-se imunes à ação da insulina. Ou seja, a diabetes tipo 2 não necessariamente faz com que as pessoas precisem tomar insulina. É o tipo mais comum da doença e acomete pessoas mais velhas, acima dos 40 anos, enquanto a diabetes de tipo 1 acomete mais crianças e adolescentes.

A diabetes gestacional é uma disfunção hormonal presente durante a gravidez, e pode causar problemas para a mãe e para o bebê. As futuras mamães normalmente não apresentam nenhum sintoma e por isso é preciso fazer os exames de glicemia a partir do sexto mês para verificar se estão bem.

Todas as pessoas portadoras de diabetes devem fazer uma alimentação com dieta balanceada e praticar atividades físicas.

Mais Receitas e Dicas Naturais

Receitas e Naturais em seu email