Benefícios da Orelha de Onça

Entre as várias plantas medicinais que foram apresentadas pelo Globo Repórter da ultima sexta feira, 24 de fevereiro, destacou-se a milona, também conhecida como orelha de onça. Na tradição popular, a raiz da planta é bastante utilizada para o tratamento da asma e outras doenças respiratórias. Esse uso atraiu o olhar de pesquisadores, que decidiram investigar cientificamente as propriedades medicinais da planta. Os resultados são bastante animadores.

Propriedades Medicinais da Milona

O Centro de Ciências da Saúde, grupo de pesquisa da Universidade Federal da Paraíba, analisou as propriedades terapêuticas da milona. A planta foi testada em camundongos, com resultados bastante positivos, principalmente para o tratamento da asma. O que se descobriu é que orelha de onça é capaz de atuar no organismo, melhorando os sintomas da doença. Esse mecanismo é diferente dos medicamentos comumente encontrados no mercado.

Milona

Milona ou Orelha de Onça encontrada na Paraíba

Isso acontece porque as substâncias da planta atuam em duas frentes diferentes: como antiinflamatório e como antialérgico. Como as asma é um processo inflamatório normalmente desencadeado por reações alérgicas, a milona se torna eficiente no tratamento dos sintomas da doença. A planta também ajuda a reduzir a produção de muco, que obstrui as vias aéreas. Se comparada com o corticoides, comumente utilizados no tratamento da asma, a orelha de onça é mais eficaz que outros medicamentos.

Além disso, a pesquisa observou, com os testes em animais, que as substâncias da milona atuam no combate das úlceras gástricas. A planta também se mostrou capaz de reduzir os sintomas da depressão em camundongos. Dessa forma, os pesquisadores acreditam que o medicamento feito com a orelha de onça pode funcionar como antidepressivo, além de aliviar a asma.

Consumo da Orelha de Onça

Os pesquisadores pretendem fabricar medicamentos para a asma a partir de substâncias extraídas da milona. No futuro, será possível encontrar xaropes e cápsulas feitas com a planta. No entanto, esses remédio ainda não estão disponíveis no mercado. Por isso, eles recomendam que se consuma o chá, feito com as folhas da orelha de onça. As folhas são menos tóxicas que a raiz e não prejudicam a vida da planta.


Pesquisar
Pesquisa personalizada
Receitas e Naturais em seu email
Email

Receita Natural em seu e-mail!

Cadastre-se e receba nossos artigos.



Fechar