Dicas Naturais, Remédios Caseiros

Receita Natural

Receita Natural

Plantas e Ervas ajudando em sua Saúde

Pesquisar

Plasma de Quinton | A Cura pela Água do Mar

Há alguns dias recebemos uma mensagem do leitor João Vilanez pedindo para que falássemos sobre os benefícios da água do mar. Segundo ele, pessoas na Europa estão fazendo isso e ele queria saber se é verdade ou mentira que a água do mar pode curar doenças se for bebida. Fomos atrás das informações sobre o assunto e descobrimos que se trata do Plasma de Quinton.

Beber Água do Mar

Quando se fala em água do mar para consumo humano, logo pensamos na dessalinização da água do mar. Ou seja, em um dos processos físico-químicos que retira o sal da água e a torna potável, ou seja, transforma água salgada em água doce.

Esse processo é uma das formas de garantir que a humanidade não morra de sede no futuro. Existem várias maneiras de fazer isso, mas todas são muito caras, o que ainda inviabiliza este processo em muitos lugares ainda, embora tenha quem até tente fazer isso de modo caseiro.

Mas, não é sobre dessalinização que estamos falando, tomar a água do mar para a cura de doenças não se trata de retirar o sal dela, o assunto é o Plasma de Quinton.

Plasma de Quinton

René Quinton

Tudo o que ele estudou ficou esquecido

René Quinton, francês, viveu de 1866 a 1925, foi fisiologista e aviador. Dentre várias coisas que ele estudou, estava a água do mar. Ele descobriu que a água do mar era bastante semelhante ao plasma do sangue.

Os estudos começaram pela ideia de que a vida na Terra começou com uma única célula no mar, e mesmo após toda evolução, os seres vivos ainda guardam esta propriedade. Ele acredita que as células de todos os seres vivos podem viver no ambiente marinho pois o mar é um grande fluido de plasma, como o que está presente no nosso sangue.

Com isso, René Quinton fez alguns experimentos com a água do mar. Ele a tornou isotônica (sal na medida certa para cada tipo de espécie), e injetou em animais que estavam doentes. Um desses experimentos foi substituir o sangue de um cachorro por este soro. O cachorro voltou a andar no dia seguinte e morreu cinco anos mais tarde em um atropelamento.

Outro experimento importante foi colocar glóbulos brancos nesta solução, e eles se mantiveram ativos, até então eles não tinham ficado assim em nenhum outro meio.

O soro fisiológico parece esta composição mas o plasma marinho teria muito mais propriedades quando feito corretamente que o soro que conhecemos.

Quinton tratou crianças doentes, provando a eficiência do seu tratamento. No entanto, suas descobertas sempre tiveram um quê de desconfiança, talvez pela força da indústria farmacêutica. Fato é que pouco se fala sobre o soro de Quinton, e ele ficou esquecido na História, bem diferente do que aconteceu com Pasteur e Darwin.

Como Usar a Água do Mar para Curar

É importante dizer que muito embora algumas pessoas tenham feito isso à revelia, este é um procedimento arriscado e que merece rigor científico.

A água do mar não deve ser a do mar que banhamos, ou muito próximo às praias, pois é uma água suja. Precisa ser do alto mar e profundo, deve ser filtrada em algodão e equilibrada com água mineral.

O soro de Quinton pode ser usado injetável ou via oral, para cada duas partes da água do mar tratada, uma parte de água mineral.

Mesmo conhecendo os efeitos benéficos deste soro, sabemos que fora de um laboratório é muito difícil chegar à proporção correta do plasma, portanto, não recomendamos que bebam a água do mar, nem mesmo desejamos que tome um caldo na sua próxima ida à praia.

Pessoas hipertensas devem tomar ainda mais cuidado com esta técnica, pois como já sabemos, o sal aumenta a pressão arterial.

 

 

Mais Receitas e Dicas Naturais

Receitas e Naturais em seu email