Dicas Naturais, Remédios Caseiros

Receita Natural

Receita Natural

Plantas e Ervas ajudando em sua Saúde

Pesquisar

Óleo de Prímula É Bom Pra Quê?

De vez em quando um novo estudo científico transforma algo desconhecido em um super alimento benéfico para a saúde. Esse é o caso do óleo de prímula, que vem sendo bastante comercializada, principalmente em cápsulas, para vários fins medicinais. Por causa desse sucesso, resolvemos comentar um pouco sobre os reais benefícios do óleo de prímula, ou seja, o que está comprovado cientificamente.

Propriedades do Óleo de Prímula

Os benefícios atribuídos ao óleo de prímula se devem aos seus principais componentes. A explicação principal está na grande quantidade de ácidos graxos essenciais, que não são produzidos pelo nosso organismo mas desempenham funções importantes. Dentre eles está o ácido gama-linolênico (GLA), ao qual se associa quase todos os benefícios do óleo de prímula.

O GLA pertence à família do ômega 6 e tem ação antiinflamtória. Por isso, ele é indicado para tratar doenças como o reumatismo, que são causadas por processos de inflamação crônica. Além dessa função, o GLA também atua na regulação dos níveis de colesterol, prevenindo doenças cardiovasculares, hipertensão e outros problemas.

Oenothera biennis

Oenothera biennis, mais conhecida como prímula

É Bom Para TPM?

Uma das causas da fama do óleo de prímula é a redução nos sintomas da TPM e da menopausa. No entanto, não existem estudos suficientes que comprovem esses benefícios. Há quem já tenha experimentado e afirme que o óleo contribui para o tratamento desses problemas, mas a falta de explicações científicas é um ponto a ser destacado. Com o passar do tempo, é possível que essas evidências sejam melhores estudadas, garantido que o consumo do óleo de prímula realmente reduza os sintomas da tensão pré-menstrual.

Problemas de Pele

Outra indicação comum do óleo de prímula é para o tratamento de problemas de pele como a dermatite e a psoríase. Nesse caso, existem mais estudos comprovatórios. Uma pesquisa mostrou que a ingestão de 2 gramas de óleo de prímula por dia pode melhorar o quadro geral da dermatite, principalmente em relação À coceira. Outras pesquisas também vem estudando esses benefícios em relação a outros problemas de pele, como bons resultados iniciais.

Colesterol e Hipertensão

Os ácidos graxos contidos no óleo de prímula tem ação direta sobre os índices do colesterol no sangue. Os efeitos do GLA na redução do mal colesterol são comprovadas em diversos estudos. Além disso, outras pesquisas mostram que o consumo do óleo de prímula pode ajudar na redução da pressão arterial. Isso deve a substâncias que dificultam a aglomeração de plaquetas, melhorando a circulação sanguínea.

Mais Receitas e Dicas Naturais

Receitas e Naturais em seu email