Dicas Naturais, Remédios Caseiros

Receita Natural

Receita Natural

Plantas e Ervas ajudando em sua Saúde

Pesquisar

Doenças Respiratórias de Inverno

Você já se perguntou por que as doenças respiratórias são mais comuns no inverno? Muita gente atribui o problema à “friagem”, mas a verdade é que uma série de fatores contribui para a disseminação dessas doenças quando as temperaturas caem.

Por que adoecemos mais no inverno?

Para começar, o inverno faz com que fiquemos dentro de ambientes fechados, o que facilita a contaminação de uma pessoa para outra por meio do ar, que fica cheio de bactérias. Outro problema comum nessa época do ano é o uso de agasalhos, cachecóis e cobertores que ficaram guardados durante muito tempo, acumulando ácaros e poeira. Por fim, o ar frio pode irritar as vias áreas, sobretudo dos alérgicos, facilitando o aparecimento da rinite e de outros problemas semelhantes.

Quais são as causas dessas doenças?

As causas das doenças respiratórias são muito variadas. A mais comum são os vírus, responsáveis por 90% das dos problemas de inverno, principalmente as gripes. Há também as bactérias, que causam infecções como a bronquite e a sinusite. Os fungos presentes no ar são outros causadores de doenças respiratórias, ainda que em menor porcentagem. Não podemos nos esquecer, por fim, dos alérgenos, como pó, ácaro e fumaço, que levam o organismo a reagir causando as alergias.

Doenças de inverno

Doenças de inverno

É gripe ou resfriado?

Há muita dúvida em relação à diferença entre gripe e resfriado. A confusão é compreensível, porque ambas as doenças apresentam sintomas comuns, porém com diferença na intensidade. A gripe é sempre causada pelo vírus influenza (que tem milhares de variações). Os principais sinais da gripe são febre, dor no corpo, dor de cabeça e coriza. No resfriado, os sintomas respiratórios, como coriza, tosse e dificuldade para respirar tendem a ser mais presentes. As dores são menos intensas e nem sempre há presença de febre em pessoas resfriadas.

Dicas para prevenir as doenças de inverno:

  • Antes de usar mantas, cobertores, blusas de frio e outros acessórios que ficaram guardados, lave tudo com água quente e deixe secar bem ao sol;
  • Mantenha a sua casa livre de poeira, de preferência usando um pano úmido para evitar que as partículas se espalhem pelo ar;
  • Mesmo com o frio, procure deixar o ambiente arejado, mantendo as janelas abertas pelo menos durante o dia para o ar circular;
  • Beba muita água e coma alimentos saudáveis para evitar que os efeitos da poluição se tornem muito agressivos;
  • Caso o tempo fique muito seco, aposte em um umidificador ou coloque vasilhames com água nos ambientes;
  • Ao tossir ou espirrar, faça isso no dorso do braço e não na mão, para evitar que microrganismos se espalhem;
  • Lave as mãos com frequência usando água e sabão ou, na ausência desses produtos, álcool em gel;
  • Os alérgicos devem evitar o contato com animais de estimação, bichinhos de pelúcia, papel velho ou outros objetos que possam causar a alergia.

Os chás funcionam?

O uso de chás, xaropes e outros remédios caseiros para tratar as doenças respiratórias é polêmico. No caso da gripe, por exemplo, somente o organismo poderá expulsar o vírus e combater os sintomas. Porém, alguns chás podem aliviar momentaneamente os sintomas da doença, assim como os medicamentos disponíveis no mercado. Algumas plantas também ajudam a fortalecer o sistema imunológico, o que pode ajudar no processo de melhora.

Para outros problemas, como a tosse e a sinusite, o uso de ervas com efeito expectorante é o mais indicado, pois contribui para a eliminação do muco nas vias respiratórias. Em todos esses casos, no entanto, é fundamental que um médico seja consultado para que, primeiramente, seja feito o diagnóstico correto e também para a escolha do melhor tratamento disponível.

Receitas Caseiras

Como as receitas naturais são nossa especialidade, não podíamos deixar de incluir algumas bastante eficazes.

Xarope expectorante

  • • 1 xícara (chá) de mel puro
  • • 1 xícara (chá) de talos de agrião
  • • 1 xícara (chá) de abacaxi com casca picado
  • • 1/2 xícara (chá) de gengibre ralado
  • • 1/4 de xícara (chá) de água

O preparo do xarope é muito simples. Coloque todos os ingredientes em uma panela grande e leve para cozinhar. Quando começar a ferver, abaixe o fogo, tampe e mantenha o cozimento por 10 minutos. Depois desligue, espere amornar e coe com um pano limpo, espremendo bem para extrair o sumo dos ingredientes. Guarde em um vidro escuro com tampa em local fresco e à sombra. Posologia: tomar 1 colher (sopa) a cada 6 horas durante o período de uma semana.

Chá para gripe

  • 1 colher (sopa) de folhas de sabugueiro
  • 1 colher (sopa) de folhas de eucalipto
  • 1 colher (sopa) de folhas frescas de hortelã
  • 1 colher (sopa) de anis-estrelado
  • 1 colher (sopa) de folhas frescas de alecrim
  • 1 colher (sopa) de alfavaca
  • 1 litro de água
  • Mel puro para adoçar

Coloque as folhas de sabugueiro, eucalipto, alecrim, alfavaca e hortelã em um pilão e macere juntamente com o anis estrelado. Ferva a água e quando começar a borbulhar junte os ingredientes macerados. Deixe fervendo por mais três minutos, espere amornar, coe e adoce com mel. Posologia: tomar 1 xícara do chá a cada 3 horas enquanto durarem os sintomas da gripe.

Receitas e Naturais em seu email