Dicas Naturais, Remédios Caseiros

Receita Natural

Receita Natural

Plantas e Ervas ajudando em sua Saúde

Pesquisar

Anemia Ferropriva

Existe uma noção equivocada de que toda anemia é causa pela carência de ferro no organismo. No entanto, a anemia se refere a diversos problemas relacionados à falta de nutrientes. No caso da falta de ferro, dizemos que a anemia é ferropriva. Ela é bastante comum em pessoas de todas as idades, mas sobretudo em crianças e gestantes. Quando a anemia aparece, é fundamental que ela seja tratada adequadamente para evitar complicações mais sérias.

Importância do Ferro

A carência de ferro é um problema sério porque esse nutriente está ligado a funções importantes do organismo. Ele participa da produção dos glóbulos vermelhos que compõem o sangue e, por isso, há uma relação entre hemorragias e o desenvolvimento da anemia ferropriva. As hemácias (ou glóbulos vermelhos) são as responsáveis por levar oxigênio dos pulmões para todas as células do corpo humano. Se há baixa de ferro, a quantidade de glóbulos vermelhos no sangue se reduz e essa função fica prejudicada. Esse processo explica os principais sintomas da anemia.

Hemácias

Quando falta ferro, os níveis de hemácias no sangue caem

Causas

As principais causas para o surgimento da anemia ferropriva são: carência de ferro na alimentação, parasitas que se alojam no intestino, gravidez, parto ou amamentação. Quando a pessoa passa por algum processo hemorrágico ou cirurgia com alta perda de sangue a anemia também pode ocorrer devido à baixa de hemoglobinas no sangue.

Algumas pessoas têm mais risco de sofrerem com a anemia por falta de ferro. As principais são as mulheres em idade fértil, crianças, idoso, adolescentes ou pacientes que fizer cirurgia bariátrica. Porém, como foi dito antes, qualquer pessoa pode ter a doença caso não consuma quantidades adequadas de ferro ou tenha algum tipo de dificuldade para absorver o nutriente.

Sintomas

Os sinais de que a pessoa está com carência de ferro costumam ser os seguintes:

  • pele pálida
  • cansaço
  • perda de apetite
  • apatia
  • palpitação
  • taquicardia
  • unhas e cabelos quebradiços

Em estágios mais graves, a pessoa também pode apresentar dificuldade para respirar por causa falta de hemoglobinas para transportar o oxigênio pelos células. Nas crianças, é possível observar dificuldade no aprendizado e maior ocorrência de infecções.

Tratamento

Quando a anemia ferropriva é diagnosticada por meio de exame de sangue, o médico deve, primeiramente, procurar descobrir o que está causando a carência de ferro no organismo e tentar corrigir esse problema. O paciente também deve melhorar seu consumo de ferro com dieta adequada e suplementação com sulfato ferroso. Essas duas medidas costumam ser suficientes para contornar a doença em alguns meses. No entanto, é fundamental que o indivíduo continue seguindo as recomendações mesmo depois que o exame de sangue mostrar que a doença cedeu.

Alimentação

A alimentação é fundamental não só para tratar a anemia ferropriva como também para preveni-la. Nos alimentos consumidos por nós, seres humanos, existem dois tipos diferentes de ferro: o heme, encontrado em carnes vermelhas, ovos e fígado; e o ferro não-heme, comum em vegetais de cor verde escura, alguns tipos de leguminosas, como o feijão, e frutas. É importante salientar que o ferro do tipo heme é melhor absorvido pelo nosso organismo e, por isso, dietas vegetarianas podem levar à anemia. Ingerir alimentos que contenham ferro juntamente com proteínas e vitamina C ajuda a melhorar a absorção do nutriente.

Mais Receitas e Dicas Naturais

Receitas e Naturais em seu email