Dicas Naturais, Remédios Caseiros

Receita Natural

Receita Natural

Plantas e Ervas ajudando em sua Saúde

Pesquisar

Chá Vermelho e o Colesterol Alto

Mais conhecido por suas propriedades emagrecedoras, o chá vermelho também pode trazer outros benefícios para a saúde. Hoje falaremos um pouco mais sobre a relação entre o consumo do chá e a redução do colesterol no organismo. Será que, também nesse caso, o derivado da Camellia sinensis é benéfico?

Benefícios do Chá Vermelho

Benefícios do Chá Vermelho

Colesterol Alto

Antes de tratarmos mais especificamente das propriedades da erva, é importante explicar o que é colesterol alto. O colesterol é um tipo de gordura produzida pelo organismo humano, sendo fundamental para que várias funções do corpo sejam realizadas.

Como nós também ingerimos alimentos que contêm colesterol, é comum que os níveis dessa gordura fiquem desregulados, o que pode acarretar diferentes problemas de saúde. Em nosso organismo, existem dois tipos de colesterol: o bom e o ruim. Ambos devem ser mantidos dentro dos níveis recomendados em pessoas saudáveis.

Propriedades do Chá Vermelho

A pergunta que não quer calar é: onde o chá vermelho entra nessa história? Por conter antioxidantes, a erva pode melhorar as funções do organismo e auxiliar no controle do colesterol. Além disso, ela estimula o fígado, órgão responsável pelo metabolismo das gorduras. Assim, as moléculas de gorduras são quebradas e mais facilmente eliminadas na urina, ao invés de serem absorvidas.

Em resumo, o chá vermelho pode sim ser utilizado como tratamento paralelo para o controle do colesterol. Isso quer dizer que ele não substitui uma dieta adequada, nem o uso de medicamento (quando for indicado pelo médico), mas tem a capacidade de auxiliar na redução dos níveis de gordura, sobretudo se for acompanhado  de uma boa alimentação e atividade física.

Como Consumir

Para que o chá possa surtir efeito, o ideal é usar a erva pura (ao invés de sachês ou chá pronto). O chá deve ser consumido de 3 a 4 vezes ao dia, 30 minutos antes ou depois das refeições principais. Ele não é recomendado a pessoas com insônia e problemas gástricos, além de grávidas e lactantes.

Mais Receitas e Dicas Naturais

Receitas e Naturais em seu email