Dicas Naturais, Remédios Caseiros

Receita Natural

Receita Natural

Plantas e Ervas ajudando em sua Saúde

Pesquisar

Como Ter uma Horta em Casa ou no Apartamento

Ter uma horta em casa é certeza de mais saúde. Sabemos que verduras, ervas e alguns temperos são muito benéficos. Porém, quando eles são cultivados com agrotóxicos e produtos químicos, acabamos consumindo substâncias nocivas juntamente com os nutrientes do bem.

Muita gente aposta em alimentos orgânicos vendidos em feiras e supermercados. Outra opção é fazer uma pequena horta para colher pelo menos algumas plantinhas com manjericão, hortelã, salsinha e cebolinha. Com um quintal em casa fica mais fácil cultivar plantas um pouco maiores, mas quem mora em apartamento pode também aproveitar as vantagens de uma horta caseira.

Se você está pensando em cultivar hortaliças em casa, preparamos algumas dicas bem interessantes que vão te ajudar a por o plano em prática.

Onde plantar?

Quem tem um quintal grande precisa apenas separar canteiros com terra adubada para dar início ao plantio. Porém, os vasos são alternativas para aqueles que vivem em casas pequenas ou apartamentos. O ideal é usar vasos retangulares com profundidade entre 20 cm e 30 cm. Eles devem ter o fundo furado para escoar parte da água.

Algumas plantas como manjericão, orégano, salsinha e pimenta podem ser plantados no mesmo vaso. Já a hortelã se ramifica e, por isso, precisa de espaço só pra ela.

O material dos vasos é outro ponto importante. Os feitos de plástico são melhores para cultivar ervas aromáticas e temperos. Como eles são bem fechados, preservam a umidade e a temperatura da terra. Já os vasos feitos de cerâmica ou terracota são bons para plantar tomate-cereja e pequenos legumes, pois os poros do material evitam que a terra fique muito encharcada.

Você já deve ter visto fotos incríveis de hortas feitas com materiais reciclados, como potes de plástico, baldes, latas e vidros. Reaproveitar esses recipientes é ótimo, porque deixa a horta mais barata e sustentável. A dica é sempre fazer furos no fundo do que vai servir de vaso. Outra sugestão interessante são as hortas verticais feitas com canos de PVC (veja a imagem).

Horta Vertical

Horta vertical feita com canos de PVC

Como preparar a terra?

A terra precisa fornecer todos os nutrientes necessários ao crescimento da planta. Por isso, é muito importante preparar o solo com carinho. O ideal é misturar 1 porção de terra para 1 porção de composto orgânico (ou húmus de minhoca). Assim, a quantidade adequada de material orgânico poderá nutrir a mudinha até o seu crescimento.

Quem acompanha o Receita Natural já aprendeu a fazer compostagem em casa. Esse material produzido a partir de restos de alimentos é muito bom para a saúde e desenvolvimento das plantas. Se você tem menos tempo, é possível comprar o composto orgânico em casas de produtos agrícolas.

Depois de deixar a terra mais fértil, lembre-se de preparar os vasos de forma adequada. No fundo, é preciso colocar pedras ou cacos de cerâmica para facilitar o escoamento da água. Um pouco de areia grossa também ajuda nesse processo.

Compro sementes ou mudas?

Para começar o plantio é preciso ter sementes ou mudas das plantas que você deseja ter em casa. As sementes são interessantes para quem quer acompanhar o processo de desenvolvimento da planta desde o início. Por outro lado, as mudas crescem mais rapidamente e têm menos de risco de não vingarem.

As sementes compradas em lojas especializadas sempre vêm com informações sobre como plantá-las corretamente: quantidade de terra, meses ideais, espaçamento entre elas e etc. Porém, se você quer uma horta totalmente livre de substâncias tóxicas as sementes utilizadas devem ser orgânicas.

Optando pelas mudinhas, tenha muito cuidado ao replantá-las para não abalar a raiz nem maltratar demais a planta. Elas devem ser transferidas rapidamente da sementeira para o vaso ou para o canteiro. Evite colocar terra demais sobre elas e regue sem exageros.

Quais plantas devo plantar?

Quem está começando uma horta caseira deve cultivas primeiro ervas e temperos que dão menos trabalho, crescem rapidamente e são colhidos em pequenas quantidades. As melhores escolhas são: manjericão, tomilho, hortelã, orégano, alecrim e orégano. Como você vai tirar apenas algumas folhinhas para fazer chás e temperar os alimentos, apenas algumas mudas já são o suficiente para você ter ervas caseiras durante bastante tempo.

Com um pouco mais paciência é fácil colher alface, couve, cebolinha, salsinha, coentro, rúcula, pimenta e beterraba. Dependendo da planta escolhida, lembre-se de que é necessário fazer um suporte para que ela cresça. Esse é o caso, por exemplo, do tomate-cereja, que se desenvolve com uma trepadeira.

Horta caseira

Tenha uma horta caseira e colha saúde!

Quais são os cuidados diários?

Muita gente pensa que é só plantar as sementes e esperar a colheita. No entanto, ter uma horta em casa requer cuidados constantes e diários.

As plantas, de um modo geral, precisam ficar expostas ao sol pelo menos 4 horas por dia. É preciso lembrar que elas produzem seus nutrientes a partir dos raios solares, por meio da fotossíntese. Assim, essa exposição ao sol é essencial. Se você mora em apartamento e não tem varanda, o ideal é deixar os vasinhos perto das janelas que recebem sol durante a manhã ou final da tarde.

Molhar as plantas também é fundamental. Porém, exageros são tão ruins quanto a falta de água. A dica é enfiar o dedo da terra e sentir se ela está úmida. A temperatura fria e a consistência mais grudenta são indícios de que a umidade está adequada. Caso sinta a terra seca, regue com cuidado sem deixar formar poças na superfície.

Como acabar com as pragas?

É muito normal que matinhos surjam no meio da sua horta. As sementes desas plantas são trazidas por insetos, passarinhos ou até mesmo pelo ar. Como elas se desenvolvem facilmente, em pouco tempo aparecem em qualquer poção de terra. As chamadas “espécies espontâneas” não são prejudiciais para a horta, a não ser que estejam se alastrando muito e interferindo no crescimento das plantas comestíveis. Caso observe que a expansão foi longe demais, arranque o excesso de mato pela raiz com delicadeza.

Pragas como lagartas e pulgões podem ser combatidas de forma natural. Assim, você não precisa incluir substâncias nocivas em sua pequena plantação. No mercado é vendido um repelente natural feito a partir da planta neem. Ele pode ser borrifado diretamente sobre a planta e mata mais de 400 tipos diferentes de pragas.

Você também pode fazer um inseticida caseiro. Já ensinamos no blog como acabar com as pragas de hortaliças usando cebola. Se o problema for a infestação de formigas, use uma mistura com 10 g de sabão de coco em pó, 5 cm de fumo de corda e 1 litro de água filtrada. Depois de misturar os ingredientes, deixe descansar de uma dia para o outro, coe e use um borrifador para espalhar sobre as plantas.

Outra solução caseira é o repelente feito com alho. Você vai precisar de: 2 copos de água, 1 cabeça de alho e 5 cravos da índia. Bata tudo no liquidificador e deixe descansar por um dia. Depois coe e misture a 3 litros de água. A mistura também deve ser pulveriza sobre as folhas atacadas pelas pragas. Com a aplicação diária, o problema se resolve em pouco tempo.

Receitas e Naturais em seu email