Dicas Naturais, Remédios Caseiros

Receita Natural

Receita Natural

Plantas e Ervas ajudando em sua Saúde

Pesquisar

Chá para Pedra na Vesícula

A vesícula é uma espécie de bolsa localizada abaixo do fígado onde fica armazenada a bile. A bile é fabricada pelo fígado e tem como função ajudar na digestão.

A bile ou bílis é um composto de água, sais, bicarbonato de sódio e gordura que faz a quebra das gorduras durante o processo de digestão. Este suco biliar é amarelo quase verde.

O que Causa Pedra na Vesícula

As pedras na vesícula recebem o nome de colelitíase. Para entender o que causa a pedra na vesícula é preciso saber que a bile produzida pelo fígado fica armazenada na vesícula, aguardando o momento da digestão, a vesícula tem a capacidade de armazenar uma quantidade de bile bem pequena, mas muito concentrada. Então quando ela é liberada, ela se junta à outras enzimas produzida pelo pâncreas para fazer a digestão.

Enquanto está armazenada a bile vai ficando cada vez mais concentrada, eliminando água e ficando mais concentrada, mas ela não empedra, não se solidifica. Mas por um desequilíbrio nesta equação, a quantidade de água se torna menor e surgem os cálculos biliares.

Antes do estágio de formação de pedras, surge a lama biliar que é bastante comum em mulheres grávidas. Isso acontece pois na gravidez o hormônio estrógeno está muito alto, fazendo com que a bile fique saturada, ocorrendo o mesmo em mulheres que estão fazendo reposição hormonal.

Mas não pense que ficar em jejum é a causa da pedra na vesícula, pois a obesidade e o sedentarismo é uma das causas dos cálculos biliares. Mas o oposto também é válido, pois em dietas com perda de peso muito rápida é comum acontecer de ter pedras na vesícula.

Sintomas

vesícula com pedra

Esta é uma foto que ilustra as pedras na vesícula

Muitas pessoas não sentem nada, ou seja, não tem sintoma nenhum tendo as pedras na vesícula. Isso quando elas são pequenas e acabam sendo eliminadas junto das fezes. Então, se alguém disser que a pedra na vesícula pode desaparecer, é verdade. Os sintomas surgem quando uma pedra maior impede a passagem da bile, e isso gera uma cólica biliar, que é bastante dolorida. E inicia-se a dor de lado após comer. A dor tem ligação à má digestão e é localizada do lado direito, pouco abaixo das costelas.

Para quem tem a pedra na vesícula então deve comer alimentos que não sejam gordurosos, pois quanto mais gordura for ingerida mais bile deverá ser liberada. A dieta de alimentação correta nos casos de pedra na vesícula deve ser bem leve e livre de gorduras e nada muito pesado.

Para evitar a pedra na vesícula, além de alimentos gordurosos é importante evitar açúcar, álcool e carne vermelha. Além de comer pouco durante a noite.

Complicações

Muita gente quer saber se pedra na vesícula é grave. Ela se torna grave quando ela fica inflamada. Se a vesícula ficar infeccionada (colecistite), ela vai doer o tempo todo e não somente na hora da alimentação, vai vir associada à vômitos e febre. Nestes casos a cirurgia é indicada, e na maior parte das vezes é feita por laparoscopia (a cirurgia não é feita a laser, mas é muito tranquila). Em alguns pacientes o mais indicado é a retirada da vesícula. E uma vez retirada não corre o risco de ter novamente, mas o paciente pode ficar com as fezes mais moles (diarreia) e com presença de gases.

Em alguns casos a bile não faz o trajeto correto e vai para o sangue, o que causa a icterícia que é quando a pessoa fica com a pele e olhos amarelos (a cirrose e a hepatite também causam este sintoma de amarelão)

Uma das complicações mais graves causadas pela pedra na vesícula é quando a bile é contaminada por bactérias, podendo levar até a um quadro de septicemia, e evoluir para um choque e até mesmo à morte.

Tratamento Natural

Muitas pessoas ao terem o diagnóstico de pedra na vesícula biliar ficam assustadas com o medo de pedra na vesícula ser grave, poder levar à morte e o tratamento é ter que fazer cirurgia. Mas existem algumas formas de tratamento alternativo para o problema. Uma boa maneira de curar é buscar ajuda do poder dos chás. Veja uma boa dica de tratamento caseiro com o chá de bardana.

O Chá de Bardana

A bardana é uma planta a muito usada para fins medicinais. Em um primeiro momento, utilizavam-na para problemas de pele, como clarear manchas cutâneas. O fato é que a bardana se mostrou eficaz também em outros campos, como para eliminar pedras na vesícula (alguns procurarão por como acabar com as pedras na visícula –  mas o correto é vesícula). Aprenderemos aqui como fazer um chá para curar e retirar as pedras na vesículas e aliviar os sintomas.

Bardana

Bardana

Você vai precisar de:

  • Uma colher de sopa de raiz fatiada de bardana
  • Uma xícara de água

Modo de Preparo:

Ferva as raízes de bardana por cinco minutos na água. Após este tempo, desligue o fogo e deixe a raiz em infusão por mais dez minutos. Feito isso, basta coar o chá.

Posologia

Tomar o chá de bardana duas vezes ao dia.

Precauções:

  • Crianças e pessoas com diarréia ou feridas abertas devem evitar o uso da bardana,
  • Efeitos colaterais como irritação da pele e dos olhos, convulsões e parada respiratória podem aparecer,
  • Não passe o chá na pele, risco de irritações.

Mais Receitas e Dicas Naturais

Receitas e Naturais em seu email