Dicas Naturais, Remédios Caseiros

Receita Natural

Receita Natural

Plantas e Ervas ajudando em sua Saúde

Pesquisar

Tipos de Própolis e Seus Benefícios

A gente já comentou sobre as propriedades medicinais do própolis aqui no blog. Ele é feito a partir de diversas substâncias coletadas pelas abelhas em plantas. O objetivo é proteger a colmeia da ação de invasores e, por isso, o própolis é considerado como um antibiótico natural.

Devido a essa proteção, o própolis vem sendo usado para combater várias doenças. Ele tem em sua composição flavonoides com ação antioxidante, o que ajuda na prevenção de doenças.

Conheça os diferentes tipos de própolis:

Própolis Preto

O extrato de própolis preto é o mais comumente vendido no mercado. Em sua composição, ele contém enzimas diversas, flavonoides, compostos fenólicos, ácido cafeico, terpenos e óleos essenciais. Por isso, ele pode ser usado para tratar diversas doenças.

Para obtenção do própolis preto, as abelhas coletam múltiplas plantas. Assim, ele não tem nenhum vegetal em maior concentração. Dependendo da região onde foi coletado, a coloração varia de tons de cinza até o preto mais escuro.

Existem diversos tipos de própolis que podem melhorar sua saúde.

Existem diversos tipos de própolis que podem melhorar sua saúde.

Própolis Verde

Como vimos, o própolis tradicional é obtido de diferentes plantas. Já o própolis verde é compostos de resinas e extratos coletados pela abelhas nas flores do alecrim-do-campo. Por causa dessa especificidade, acredita-se que esse tipo tenha propriedades especiais.

Estudos mostram que o própolis verde tem alto teor de substâncias antioxidantes, como os ácidos fenólicos e os flavonoides. Por isso, ele é indicado para prevenir doenças. Essa ação no combate aos radicais livres é considerada como um indicativo de que o remédio seja capaz de atacar alguns tipos de tumores.

Além disso, o extrato de própolis verde também age como bactericida, antifúngico e antiviral. Ele ainda fortalece as defesas naturais do organismo, afastando diversos males. Em pacientes em tratamento com radioterapia, o uso do própolis pode evitar o surgimento das radiodermites.

Própolis Vermelho

Assim como o extrato de própolis verde, o própolis vermelho também é obtido de uma planta específica: a rabo-de-bugio (Dalbergia ecastophyllum). Ela é originária da região litorânea do Brasil, sobretudo no Nordeste. Os extratos retirados pelas abelhas compõem o própolis de coloração vermelha.

As pesquisas revelam que esse tipo possui componentes diferentes quando comparado a outras variações do própolis. Dentre eles estão as isoflavonas, benzofenonas e a medicarpina, que garantem as propriedades únicas e especiais do própolis vermelho.

Tudo isso faz com que o própolis vermelho seja um dos mais procurados em todo o mundo para fins medicinais. No mercado você pode encontrar o extrato que combina própolis vermelho e verde, bastante recomendado para muitos tratamentos.

Como Usar?

Se você tem dúvidas sobre como usar o extrato de própolis, basta seguir as indicações:

  • Crianças: o uso infantil deve ser de 3 a 5 gotas diárias, sempre diluídas em 1 colher (sopa) de água sem cloro e não gaseificada;
  • Adultos: já para pessoas a indicação é de 15 a 20 gotas por dia, diluídas em 1/2 copo de água sem cloro e não gaseificada.

Essa recomendação vale para os diferentes tipos de própolis.

Mais Receitas e Dicas Naturais

Receitas e Naturais em seu email