Benefícios do Gengibre

Nessa época do ano, o gengibre (Zingiber officinale) ganha destaque em feiras e supermercados. Ele é utilizado no preparo do quentão, bebida típica das festas juninas e, por isso, se torna comum nos meses mais frios do ano. O chá preparado com a raiz de sabor picante também é bastante usado no tratamento das gripes e resfriados, além de ser conhecido por aquecer o corpo no inverno. Mas os benefícios do gengibre para a saúde não param por aí. No oriente, seus usos medicinais são populares desde a antiguidade. Atualmente, existem mais de duzentos trabalhos científicos registrados sobre os benefícios do gengibre.

Gengibre

Para que serve o gengibre?

Propriedades Medicinais

Sabe aquele mal estar causado por viagens longas, sobretudo nas crianças? O gengibre pode ser a melhor solução. Estudos revelam que a raiz é mais eficiente no controle da náusea que o “dramine” – medicamento indicado para esses casos. Ele também ajuda a reduzir o enjoo durante a gravidez ou em casos de enxaqueca.

Outras pesquisas revelam que o gengibre tem efeitos benéficos em pessoas com artrite ou dores musculares. Ao serem medicados com gengibre, idosos observaram a redução do inchaço e da dor nas regiões atingidas pela artrite. Isso porque as substâncias contidas na raiz estimulam a circulação no local e combatem a rigidez muscular.

A sensação de calor trazida pelo gengibre também vem sendo estudada por cientistas. A planta integra o grupo dos alimentos termogênicos, que aceleram o metabolismo. Por essa razão, a ingestão do gengibre ajuda a dar mais disposição, além de favorecer a perda de peso.

Usos e Contraindicações

Uma infusão preparada com o gengibre é uma ótima forma de aproveitar os benefícios acima mencionados. Para potencializar o efeito termogênico, o ideal é fazer o chá com canela e gengibre. Outra possibilidade de consumo é o gengibre em pó, que pode ser acrescentado a diversas receitas. A raiz também cai bem nas receitas de sucos naturais.

Porém, é importante alertar que o gengibre não pode ser consumido em excesso. As substâncias contidas na raiz podem agredir as paredes do estômago e, por isso, ela deve ser evitada por quem sofre com úlceras ou gastrite. O ideal é procurar um profissional da área de saúde antes de iniciar qualquer tipo de tratamento com o gengibre.


Pesquisar
Pesquisa personalizada
Receitas e Naturais em seu email
Email

Receita Natural em seu e-mail!

Cadastre-se e receba nossos artigos.



Fechar