Dicas Naturais, Remédios Caseiros

Receita Natural

Receita Natural

Plantas e Ervas ajudando em sua Saúde

Pesquisar

Benefícios da Semente de Abóbora

É impressionante a quantidade de produtos altamente benéficos que vão parar no lixo, como folhas, talos e cascas de frutas e vegetais. Na lista do desperdício podem incluir a semente de abóbora, comumente descartada, mas cheia de nutrientes e substâncias positivas para a nossa saúde.

Nutrientes e Substâncias Benéficas

A semente de abóbora é fonte de: fibras, gorduras boas (ômega 3), potássio, magnésio, manganês, zinco, selênio, cobre, cromo, vitamina E e proteínas – 18,5 g em 100 g das sementes. Além disso, ela contém uma substâncias conhecida como triptofano, que ajuda a controlar a ansiedade e o nervosismo. A vitamina E, por seu turno, é altamente antioxidante, auxiliando no combate a inflamações e protegendo o organismo da ação dos radicais livres.

Semente de Abóbora

Semente de Abóbora

Redução do Colesterol

Os fitosteróis vêm sendo muito estudados por médico e nutricionistas.Esse composto, geralmente encontrado em alimentos de origem vegetal, tem estrutura química semelhante ao do colesterol. Por isso, ele confunde o nosso organismo, que absorve o fitosterol ao invés da molécula de gordura. As pesquisas mostram que o consumo de alimentos que possuem essa substância, como a semente de abóbora, tem papel fundamental na redução dos níveis de colesterol no sangue.

Solução Para a Artrite

Por conter  minerais saudáveis, proteínas e gorduras monoinsaturadas, a semente de abóbora também é apontada por pesquisadores como um possível tratamento para a artrite. Em relação à indometacina, medicamento mais usado para combater a artrite, o uso da semente de abóbora se mostrou bastante positivo. As pesquisas ainda não são conclusivas, mas há chances de que, num futuro próximo, o ingrediente seja usado pela medicina para tratar a artrite.

Como Consumir

Para aproveitar todos esses benefícios, basta comer de 1 a 2 colheres (sopa) da semente de abóbora diariamente. Ela pode ser consumida crua, torrada ou germinada. Outra forma bastante comum é a farinha, que já ensinamos a receita anteriormente (clique no link para ver a receita). Depois de processada, ela pode ser acrescentada no preparo de pães e bolos, além de servir de ingrediente para sucos, iogurtes e vitaminas.

Mais Receitas e Dicas Naturais

Receitas e Naturais em seu email