Benefícios da Babosa

A babosa, também conhecida como aloe vera, é conhecida por suas propriedades medicinais, além de seu uso em tratamento de beleza. Por isso, ela ganhou o apelido de “planta milagrosa”. O homem utiliza a babosa há muitos séculos e hoje se sabe que a planta de fato contém diversas substâncias benéficas para o nosso organismo.

Mais de 50 nutrientes são encontrados na aloe vera. Entre eles estão: cálcio, magnésio, zinco, ferro cobre, aminoácidos essenciais e ácidos graxos. Devido a essas substâncias, a planta atua como um ótimo cicatrizante, ajuda no funcionamento do intestino, auxilia no tratamento da congestão nasal e fortalece os ossos.

Aloe Vera

Benefícios da Aloe Vera

Propriedades da Aloe Vera

Para início de conversa, a babosa é uma importante aliada dos tratamentos de beleza. O gel, extraído da folha da planta, hidrata os cabelos e reduz a oleosidade do couro cabeludo. Ela ainda limpa a pele profundamente, além de reduzir as manchas, acnes e espinhas. Por isso, é bastante comum que a aloe vera seja utilizada no preparo de cosméticos.

Pesquisas recentes mostram que a babosa é capaz de fortalecer o sistema imunológico, prevenindo o corpo contra diversas doenças. A planta colabora para absorção de vitaminas e antioxidantes, além de eliminar toxinas do organismo. Isso retarda o envelhecimento das células, bem como auxilia no controle do colesterol no sangue.

Os estudos científicos também revelam que a babosa pode tratar a congestão nasal e, por consequência, combater doenças respiratórias. Inclusive, alguns medicamentos produzidos na Europa contam com a aloe vera como principal princípio ativo para a desobstrução nasal.

E para quem sofre com o intestino preso, a boa notícia é que a babosa também auxilia no trânsito intestinal. Isso porque ela contém grandes quantidades de fitoquímicos, que atuam de forma positiva na flora intestinal. Assim, a planta funciona como um poderoso laxante natural, além de facilitar o processo de digestão.

Contraindicações da Babosa

A casca da folha da babosa contém um substância chamada de aloína, que é tóxica para o organismo. Por isso, nenhuma receita deve ser preparada utilizando a parte externa da folha. O consumo excessivo da planta também pode trazer malefícios como enjoos, dermatites e alergias. Cerca de 1% da população mundial é alérgica a aloe vera. Sendo assim, antes de utilizar a planta, faça um pequeno teste: corte a folha e aplique um pouco do sumo na orelha. Se não houver nenhum tipo de reação, você poderá utilizar a aloe vera normalmente.


Pesquisar
Pesquisa personalizada
Receitas e Naturais em seu email
Email

Receita Natural em seu e-mail!

Cadastre-se e receba nossos artigos.



Fechar