Dicas Naturais, Remédios Caseiros

Receita Natural

Receita Natural

Plantas e Ervas ajudando em sua Saúde

Pesquisar

Benefícios da Arnica

A Arnica montana, também chamada de arnica da montanha, arnica verdadeira, arnica importada ou simplesmente arnica, é uma planta medicinal muito conhecida em todo o mundo. Ela é natural de regiões montanhosas, como a Sibéria e os Alpes, e também pode ser encontrada em algumas partes dos Estados Unidos, Alasca e México.

Suas propriedades medicinais são utilizada desde a antiguidade. Os gladiadores romanos já utilizavam uma pomada de arnica e calêndula para tratar dores depois das batalhas. Hoje em dia, algumas dessas propriedades já foram investigadas e comprovadas por estudos científicas. A arnica tem ação anti inflamatória e, por isso, pode ser usada no tratamento de lesões, traumatismos, hematomas e contusões.

Com certeza você já viu um vidro com álcool cheio de folhas dentro, que as mães, avós e tias fazem para passar nos locais doloridos fazendo massagem. Geralmente, dentre essas folhas tem arnica, uma planta poderosa para tratar as dores musculares.

Propriedades Medicinais

Arnica

Todas as partes da arnica podem ser utilizadas

Veja a lista com alguns dos benefícios da arnica:

  • Além de agir como anti inflamatório, a arnica também é analgésica e antisséptica;
  • Também pode combater hemorragias;
  • Ajuda na cicatrização de ferimentos superficiais, como pequenos cortes ou arranhões;
  • Melhora as dores musculares, sejam causadas por atividades físicas ou por quedas;
  • Ameniza as varizes.

Boa parte dessas propriedades se deve à presença dos flavonoides que podem ser encontrados em diferentes partes da planta, inclusive nas flores. Essas substâncias têm várias funções importantes em nosso organismo e, por isso, estão relacionadas ao tratamento de doenças.

Receitas com Arnica

É muito comum encontrarmos a arnica como componente de pomadas, cremes e outros produtos de uso externo. Para preparar a pomada em casa, basta misturar o extrato de arnica com uma porção de vaselina e utilizar sobre a pele. Outra opção de tratamento é a compressa, feita com a infusão da erva.

Outra forma muito comum de se usar a erva é em tinturas, como eu já comentei acima. Basta adicionar 100 gramas de folhas frescas de arnica a 500 ml de álcool de cereais (encontrado em farmácias) e 500 ml de água filtrada. Pique as folhas e deixe curtir por pelo menos 15 dias. Depois disso é só guardar a tintura em um frasco de vidro de cor escura. Ele pode ser guardado por até 1 ano. Quando sentir dores musculares, basta aplicar a mistura na região dolorida, fazendo massagem delicadamente.

A tintura não deve ser usada em feridas abertas e também não deve ser ingerida.

Cuidados e Precauções

Diferentemente de outras ervas medicinais, a arnica não pode ser ingerida. Seu uso deve ser tópico, ou seja, em partes externas do corpo. Além disso, produtos a base de arnica não devem ser aplicados em feridas abertas ou regiões com mucosas, como boca e nariz, por exemplo. Existem ainda alguns casos de alergia e dermatite de contato causada pela planta. Dessa forma, é importante seguir as recomendações e não usar a arnica como tratamento sem o acompanhamento de um profissional.

Mais Receitas e Dicas Naturais

Receitas e Naturais em seu email