Dicas Naturais, Remédios Caseiros

Receita Natural

Receita Natural

Plantas e Ervas ajudando em sua Saúde

Pesquisar

O que são Fitoterápicos

Falamos sempre aqui no Receita Natural sobre plantas com propriedades medicinais. O efeito dessas plantas em nossa saúde se deve a alguns princípios ativos, contidos no vegetal, que age no interior de nosso organismo. Em muitos casos, esse princípio ativo pode ser isolado e utilizado para a fabricação de medicamentos. Tais medicamentos são chamados de fitoterápicos.

Em resumo, os fitoterápicos são medicamentos feitos a partir de plantas medicinais. De acordo com a ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), o fitoterápico é um produto obtido exclusivamente de matérias-primas vegetais, como extrato, tintura, óleo, cera, exsudato, suco, e outros. Não se trata, portanto, da planta medicinal em si, mas sim de um medicamento industrializado. Por isso, os fitoterápicos, assim como os outros medicamentos, devem oferecer garantia de qualidade e ter sua eficácia comprovada.

Alguns medicamentos comuns, como a aspirina e a colchicina, utilizam substâncias ativas de plantas em sua composição. No entanto, não são considerados como fitoterápicos por utilizarem também outras substâncias, não obtidas de vegetais. Para ser considerado um medicamento fitoterápico, é preciso que todas as substâncias utilizadas na sua fabricação sejam de origem vegetal.

As Plantas Medicinais

Medicamentos Fitoterápicos

O que são fitoterápicos?

Em 2007, a ANVISA estabeleceu uma lista com 71 plantas que podem ser utilizadas como fitoterápicos. Entre elas, estão:

  • alho: anti-séptico, anti-inflamatório e anti-hipertensivo;
  • camomila: no combate à dermatites;
  • erva doce: para gases, cólicas e como calmante;
  • capim santo: analgésica, diurética e expectorante;
  • cavalinha: diarreias, infecções de rins e bexiga, estimulam a cicatrização.

Vantagens dos Fitoterápicos

  • Em relação aos remédios comuns, os fitoterápicos tem um custo menos elevado;
  • Os fitoterápicos, em geral, são menos agressivos ao organismo que outros medicamentos, causando menos efeitos colaterais;
  • Medicamentos fitoterápicos podem oferecer um tratamento mais eficaz, no caso de algumas doenças, tais como:
    • problemas digestivos;
    • ansiedade;
    • ganho de peso.

Alguns Produtos Fitoterápicos

Ginkgo biloba é um fitoterápico com cerca de 20 substâncias ativas, produzindo vários efeitos à saúde, tais como o alívio das dores nas pernas e braços, a redução de tonturas e a melhoria da memória.

Chlorella é um medicamento fitoterápico usado principalmente para redução do apetite e consequente perda de peso.

Cuidados

Com relação aos fitoterápicos e plantas medicinais, algumas pessoas pensam que “se não fizer bem, mal não faz”. No entanto, isso não é verdade. O uso de medicamentos, mesmo que obtidos a partir de vegetais, deve ser feito sempre com cautela e acompanhamento profissional. Alguns cuidados devem ser tomados para um consumo adequado dos fitoterápicos:

  • Verifique, na caixa do produto, o número de inscrição do medicamento no Ministério da Saúde e só utilize medicamentos devidamente registrados pela ANVISA;
  • Mesmo sem a necessidade de receita, o medicamento fitoterápico deve ser prescrito por um profissional. Segundo orientações do Ministério da Saúde, os nutricionistas também podem prescrever o uso desse tipo de medicação;
  • O uso dos medicamentos fitoterápicos não é recomendado a gestantes e mulheres em fase de amamentação;
  • Sempre utilize a quantidade recomendada pelo seu médico, nunca aumente a dose sem a recomendação de um profissional.
Receitas e Naturais em seu email