Dicas Naturais, Remédios Caseiros

Receita Natural

Receita Natural

Plantas e Ervas ajudando em sua Saúde

Pesquisar

Alimentos Anti-inflamatórios

Pesquisas científicas recentes vêm revelando que as inflamações estão relacionadas à maior parte das doenças. No ano passado, pesquisadores do Centro Médico da Universidade de Colúmbia, nos Estados Unidos, concluíram que o diabetes do tipo 1 desencadeia uma reação inflamatória no organismo que leva ao entupimento das artérias.

Segundo esse estudo, a elevação nos níveis da glicose sanguínea estimula a produção de calcoprotectina, uma proteína que causa uma inflamação, fazendo com que placas de gorduras se depositem nas artérias. Com isso, os médico descobriram não só que o diabetes e as doenças cardiovasculares estavam relacionadas (algo que já era conhecido), mas também que elas eram causadas por um processo inflamatório.

O que é inflamação?

A inflamação é um processo de defesa do próprio organismo. Na verdade, o processo inflamatório significa que as células do sistema imune estão agindo para controlar algum problema. Quando cortamos a pele, por exemplo, é desencadeado um processo inflamatório que tenta recuperar as células perdidas e impedir que os microrganismos externos ataquem o corpo naquele local da lesão.

Os vasos sanguíneos próximos à região cortada se dilatam, possibilitando que o plasma saia pelas suas paredes. Assim, as células do sangue começam a se coagular, impedindo a perda sanguínea. Além disso, os leucócitos (células de defesa) também são “colocados em jogo” para atuar no combate a bactérias. Dessa forma, o tecido lesionado pode ser restaurado por meio de uma “inflamação”.

Frutas Cítricas

As frutas cítricas têm ação anti-inflamatória

Isso quer dizer que o processo inflamatório tem um caráter benéfico, mas pode se tornar prejudicial quando tem duração mais longa, ou seja, quando se torna um problema crônico.

Nesses casos, a reação do organismo acaba por deteriorar o próprio organismo, trazendo vários prejuízos para a saúde do indivíduo. Na inflamação crônica, nossas células de defesa são acionadas constantemente para controlar uma suposta ameaça, que na verdade não existe.

Elas liberam grandes quantidades de citocina, uma proteína que tenta liquidar o invasor, mas podem afetar as funções do corpo humano. Dizemos que a situação se tornou crônica quando essas reações químicas de defesa são constantes, causando doenças como o diabetes, os problemas cardíacos, o câncer e outros distúrbios.

Inflamação e Alimentação

A principal pergunta feita pelos especialistas é: por que nosso organismo resolve combater uma ameaça inexistente?

Vários fatores são considerados para explicar essa situação e um deles é a alimentação. Como a qualidade das dietas vem piorando de um modo geral, essas reações inflamatórias podem estar diretamente relacionadas com a ingestão de substâncias que não fazem bem ao organismo. Por outro lado, existem alimentos que têm ação anti-inflamatória, ou seja, impedem a reação desproporcional das células de defesa. A aposta dos cientistas, diante desse quadro, é numa mudança alimentar com potencial para impedir a ocorrência de diversos problemas de saúde.

Três instituições de pesquisa se reuniram para investigar a ação da dieta anti-inflamatória: o Instituto de Pesquisa Helfgott, o Centro de Pesquisa em Clínica Geral da Universidade de Oregon e o Colégio Nacional de Medicina Natural. Os estudos ainda não foram encerrados, mas eles observam os efeitos de uma mudança alimentar em um grupo de pacientes com pré-diabetes e diabetes do tipo 2.

Na proposta de dieta, os voluntários não devem consumir alimentos tidos como prejudiciais, como os que contém álcool e cafeína, além do amendoim, que pode ser tóxico. Em contrapartida, eles consomem peixes, cereais integrais, vegetais e oleaginosas, todos considerados como anti-inflamatórios. Os resultados, ainda em análise, apontam para uma melhoria dos níveis de glicose quando é feita a dieta anti-inflamatória.

O livro The inflammation symdrome, escrito pelo nutricionista Jack Challen, também defende a hipótese de que exista uma relação profunda entre nossa alimentação e os processos inflamatórios. No decorrer da obra, o autor relata uma série de casos clínicos em que houve algum tipo de mudança na dieta, trazendo melhorias em pacientes que sofriam com diversas doenças.

Um dos casos narrados é de uma paciente asmática, que passava por crises constantes de insuficiência respiratória. Paralelamente ao tratamento da asma, ela deu início a uma dieta anti-inflamatória e, após algum tempo, conseguiu reduzir consideravelmente os episódios da doença. Isso não quer dizer que a alimentação sozinha vai combater a enfermidade, mas os especialistas acreditam que essas alteração no cardápio previnem e têm papel coadjuvante no combate às doenças.

Alimentos Que Combatem a Inflamação

Depois de saber sobre tudo isso, você deve estar se perguntando o que é que devemos comer para reduzir as inflamações.

Cereais Integrais

Aposte nos cereais integrais

Alguns alimentos podem ser muito benéficos para determinados tipo de doença. Tudo vai depender do que você espera dessa mudança alimentar. De um modo geral a recomendação é pela ingestão de mais alimentos naturais e menos produtos industrializados. Frutas, vegetais, cereais integrais, peixes e óleos vegetais são fundamentais para quem procura mais qualidade de vida.

Veja algumas sugestões:

Problemas de Pele

Doenças de pele como a neurodermatite e a psoríase estão relacionadas à inflamação das células da derme.

Nesse casos, os alimentos mais indicados são aqueles que contém vitaminas A, C, D e E, que têm ação antioxidante e ajudam na cicatrização. Alguns exemplos são: pimentão (de preferência vermelho e amarelo), mamão, acerola, mexerica, semente de abóbora e semente de girassol.

Doenças do Coração

Como comentamos anteriormente, as doenças do coração também são causadas por processos inflamatórios desencadeados pelo próprio organismo.

Um dos melhores componentes para impedir esse efeito é ômega 3, uma gordura boa que impede a formação de placas no interior das artérias. Alimentos como castanhas, amêndoas, peixes de água fria, abacate e azeite de oliva são excelentes opções. O vinagre de maçã é outra indicação importante, pois age sobre a inflamação e ainda contribui para a redução do colesterol ruim. E não deixe de comer melancia, pois um estudo da Universidade de Purdue revelou que a fruta faz muito bem para o coração.

 Artrite

A artrite é considerada como uma doença autoimune, ou seja, causada pelas células de defesa do organismo.

A alimentação pode ter papel fundamental no tratamentos dos sintomas, uma vez que ajuda no controle dessa inflamação. O ômega 3 também é indicado para quem sofre com a atrite, por agir contra o processo inflamatório. Os alimentos ricos em vitamina E, como os grãos integrais, os vegetais verde escuros e o leite de cabra, são muito muito importantes para o alívio das dores. Vale a pena investir ainda em frutas e vegetais que contenham vitamina C, como a acerola, a laranja, o limão e o morango.

Diabetes

Muitos estudos investigam a relação da alimentação com o diabetes.

A pera a a maçã têm se mostrado eficazes, devido à presença de um antioxidante chamado antocianina, que reduzem o risco de surgimento da doença. Alimentos ricos em fibras, como os cereais integrais, ajudam no processamento da glicose. Os especialistas indicam ainda o consumo de frutas vermelhas, peixes e castanhas, bem como os chás derivados da Camellia sinenis.

Câncer

Os processos de inflamação são responsáveis por atacar as células fazendo com que elas se multipliquem desordenadamente, causando os tumores.

Por se tratar de uma doença bastante complicada na maior parte dos casos, é importante salientar que nenhum alimento sozinho vai combater o câncer. Porém, estudos mostram que os alimentos que contêm vitamina C e ácido colágico, como as frutas vermelhas (morango, amora, framboesa e mirtilo), parecem agir na multiplicação celular. O tomate e a melancia, que são fontes de licopeno, também são indicados devido à ação anti-inflamatória.

Fonte: Revista Viva Saúde

Mais Receitas e Dicas Naturais

Receitas e Naturais em seu email